“15 memórias do fogo” dá voz às vítimas dos incêndios de outubro

15 memorias fogo

Os dois jovens realizadores, também eles vítimas do fogo, foram para o terreno sem qualquer apoio.

A ‘websérie’ documental “15 memórias do fogo” imortalizou 15 memórias do dia 15 outubro de 2017.

O projeto é da autoria de Tiago Cerveira e Rodrigo Oliveira, oriundos de Oliveira do Hospital e Arganil, respetivamente, que decidiram avançar com a ‘websérie’ documental, feita sem quaisquer apoios, como uma forma de “não deixar esquecer a tragédia” e também dar voz aos anseios das pessoas afetadas.

“São muitas as consequências consequências económicas, sociais e psicológicas que ainda se verificam, as pessoas não têm perspectivas de futuro pela excessiva demora e burocracia dos apoios públicos” adianta Rodrigo Oliveira

Em “15 memórias do fogo”, são várias as histórias emocionantes: um jovem que se salvou das chamas porque no momento de aflição decidiu ir atrás de um javali; produtores de Queijo Serra da Estrela e agricultores que perderam tudo; as dificuldades impostas à comunidade estrangeira; pessoas que perderam a sua casa e não sabem quando ou se sequer a vão ter; o relato dos Bombeiros Voluntários, daquele fatídico dia, entre outras memórias.

“Há relatos de pessoas que precisam de ajuda, de um simples tecto para viver, outras de apoio psicológico, porque, acima de tudo, está uma crise social instalada. Isto não foi mais um incêndio, foi o maior do mundo do ano 2017“, sublinha Tiago Cerveira.

Nesta produção totalmente realizada com meios próprios adoptaram “um estilo cru e o mais verdadeiro possível, sem sensacionalismo ou demagogia. São relatos de histórias reais e com elas pretendemos representar as milhares de histórias que ficaram por registar” frisa o designer Rodrigo Oliveira.

Para o fotógrafo Tiago Cerveira, na série não se procuram “fazer histórias do coitadinho”, antes dar voz às pessoas e garantir que a tragédia de outubro não fica esquecida.

“É o nosso contributo, enquanto cidadãos e também vítimas do fogo, para não se esquecerem desta vasta região e para que não se volte a repetir” acrescentam os jovens que viveram igualmente o fatídico acontecimento. Pretendem chamar à atenção, através do cinema documental, para as vítimas daquele que foi o maior incêndio de que há memória em Portugal. .

A série tem episódios de cinco a sete minutos (todos legendados em inglês) que podem ser visualizados no ‘site’ www.15memoriasdofogo.pt, bem como nas redes sociais Facebook, Youtube e Twitter.

Após a série realizaram um documentário homónimo que já tem estreia marcada para dia 18 de Outubro, no CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental.

Tiago Cerveira, fotógrafo e realizador, é o responsável pelo projeto de vídeo e fotografia sobre a Serra da Estrela e a Beira Serra “O Meio e a Gente”, e o designer Rodrigo Oliveira é CEO da agência de imagem “Ciga” e presidente da SOS Arganil, associação criada após os incêndios de outubro.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.