26ª Volta a Portugal do Futuro com as expetativas centradas na subida ao monte do Colcurinho

banner Volta do Futuro

Oliveira do Hospital recebe a 2ª etapa na próxima quinta-feira.

Oliveira do Hospital recebe na próxima quinta-feira, dia 6 de agosto, a segunda etapa da 26ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros que, este ano, promete grande grande espetáculo com a subida do pelotão ao icónico Monte do Colcurinho, a mais de 1200 metros de altitude.

Esta etapa, com 136 quilómetros, inclui contagem de montanha de primeira e de segunda categoria e terá uma partida simbólica, às 11h50, no centro da cidade de Oliveira do Hospital, sendo que a partida real está agendada para as 12h00, na EN 17, junto ao cruzamento para as Caldas de São Paulo.

De seguida, os atletas rumam em direção ao Vale do Alva e sobem posteriormente à Catraia de São Paio, para percorrerem diversas freguesias da zona norte do concelho, incluindo uma passagem pelo Arco Romano de Bobadela.

Da parte da tarde, os concorrentes regressam ao Vale do Alva, com uma incursão em Avô, por volta das 15h00, e é na Ponte das Três Entradas que começa aquele que é porventura o maior desafio desta 26ª Volta a Portugal do Futuro – a subida ao monte do Colcurinho, onde estará instalada a meta final –, com passagem por Aldeia das Dez e pelo santuário de Nossa Senhora das Preces, em Vale de Maceira.

Volta a Portugal do Futuro_horariosA chegada ao monte mais alto do concelho de Oliveira do Hospital, e que constitui uma grande estreia neste tipo de competição, está prevista para as 15h41.

Sublinhando que Oliveira do Hospital é um município habituado a estar no palco dos grandes eventos, o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino, refere que é sempre altamente prestigiante para Oliveira do Hospital voltar a receber este grande evento do ciclismo nacional, que tem um impacto muito positivo ao nível da promoção do território e da dinamização da economia local.

O autarca frisa também que esta segunda etapa desenrola-se quase na sua totalidade no concelho de Oliveira do Hospital, e mostra-se muito confiante na importância que terá a chegada do pelotão ao monte do Colcurinho – um sítio único de onde se avista uma das mais belas paisagens de Portugal, refere.

As Equipas que lutam pelas Camisolas

A 26ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros é reservada a atletas da categoria Sub-23 e podem participar equipas Continentais e equipas de Clube. Cada formação pode participar na prova com um número mínimo de cinco corredores e um máximo de sete, entre os 19 e os 23 anos (feitos até 1 de janeiro de 2018). Já confirmaram presença 10 formações.

Às equipas portuguesas MIRANDA–MORTÁGUA, Liberty Seguros/Carglass, Sicasal/Constantinos/Delta Cafés, Fortunna/Maia, Jorbi-Team José Maria Nicolau, ACDC Trofa/Trofense e FGP/CUBE/Bombarral, juntam-se Froiz, Baqué Ideus BH Team e Aldro Team vindas de Espanha.

Durante a 26ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros os jovens campeões vão competir em quatro classificações distintas. A vitória individual ou liderança à geral será representada pela Camisola Amarela Liberty Seguros. Quem vencer a Classificação Geral por Pontos vestirá a Camisola Preta KIA, o Rei da Montanha vai envergar a Camisola Castanha Delta Cafés e ao mais novo entre os mais jovens será entregue a Camisola Branca KTM.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.