Agricultores e proprietários rurais lesados pelos incêndios manifestaram-se frente à BLC3

manif2

Aproveitando a presença de um membro do Governo no programa Prós e Contras da RTP que se realizou esta segunda-feira a partir de Lagares da Beira.

Agricultores e proprietários rurais lesados pelos incêndios de 15 de outubro na região manifestaram-se ontem em frente à BLC 3, em Lagares da Beira, onde esta segunda-feira, se realizou o programa Prós e Contras da RTP, que contou com a presença do ministro adjunto, Pedro Siza Vieira.

Entre outras reivindicações, os  lesados pelos Incêndios do ano passado vieram reclamar uma vez mais a  reabertura  das Candidaturas às Ajudas até 5 mil euros e a outras acima disso, ajudas por perda de Rendimentos na Agricultura e na Floresta  e ainda a  criação de Parques de Receção e Comercialização da madeira  ardida para garantir escoamento, a preço reparador aos produtores, dessas  madeiras “salvadas”.

Os agricultores, afetos à CNA e ao Movimento de Vitimas dos incêndios de Midões, exigem também mais e melhores apoios financeiros – do Orçamento de Estado – para a execução dos projetos de investimento na Agricultura, na Floresta e nas habitações ardidas. Os manifestantes contestaram ainda aquilo que consideram uma imposição por parte do Ministro da Agricultura, relativamente à limpeza das florestas, considerando as medidas  anunciadas por Capoulas Santos “duras e impraticáveis”.

NÓS   SOMOS VÍTIMAS DOS INCÊNDIOS FLORESTAIS! NÃO SOMOS OS CULPADOS!” exclamaram.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.