Alexandrino apresenta queixa contra candidato do PSD em Avô

Folha do Centro - Alexandrino apresenta queixa contra candidato do PSD em Avô

Comícios em Alvoco e Avô marcaram arranque oficial da campanha do Partido Socialista, com José Carlos Alexandrino a “prestar contas” do trabalho feito nos últimos quatro anos.

O atual presidente da Câmara e recandidato do PS à autarquia de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, afirmou, em Avô, ter avançado com uma queixa à Inspeção Geral de Saúde contra o cabeça de lista do PSD naquela freguesia, o enfermeiro José Carlos, por este ter alegadamente coagido dois eleitores a votarem no próximo dia 29 na sua lista, em pleno exercício da sua atividade profissional.

A denúncia já tinha sido feita nas redes sociais na página “Amigos de Avô”, no facebook, pelo deputado municipal avoense, Rodrigues Gonçalves, ainda durante a pré campanha, mas foi o próprio José Carlos Alexandrino a levantar a questão, durante um comício naquela freguesia, que acabou por marcar o arranque oficial da campanha eleitoral do PS. O candidato a um novo mandato na presidência da Câmara de Oliveira aproveitou a deslocação a Avô para informar que já tinha entregue na Inspeção Geral de Saúde uma queixa contra o enfermeiro e candidato social democrata, considerando “inaceitável” que este tenha “pressionado pessoas enquanto profissional e funcionário do Estado, dizendo-lhes que têm de votar nele”. “Acabo de enviar uma denúncia para a IGS colocando lá dois nomes de pessoas de Avô que foram pressionadas, enquanto aquele profissional estava no desempenho das suas funções, vamos ver o que vai dar”, referiu Alexandrino, lamentando este tipo de episódios, uma vez que “as pessoas recebem dinheiro do Estado é para tratarem das pessoas, independentemente da sua cor política”.

Um contra ataque em terreno tradicionalmente laranja que se estendeu ainda a outros “setores”, com o candidato do PS a “desmontar” algumas das principais críticas e acusações da candidatura adversária do PSD. “Eles dizem que se este presidente lá fica muito tempo, deixa a Câmara falida, não deixamos nada falido, porque os eleitos do PSD, especialistas nesta área, são eles próprios que vão às assembleias municipais dizer que nós temos uma gestão rigorosa”, afirmou Alexandrino, acusando os atuais dirigentes laranja de serem os principais “vira casacas”quando acusam os autarcas do partido de estarem ao lado do seu projeto, pois “há quatro anos foram eles que ajudaram a destruir o PSD”. “Haja decência e vergonha na política”, advertiu o recandidato socialista, lamentando ainda que os adversários “não saibam o que dizem” quando acusam o executivo do PS de só fazer festa. “Criámos uma marca a Oliveira do Hospital, antes Oliveira só era notícia quando havia cá um incêndio ou quando havia ratos no antigo prédio onde é hoje a Caixa de Crédito, agora é notícia por coisas positivas”, defendeu o autarca recandidato, garantindo que apesar dos 8 milhões de cortes orçamentais, a Câmara Municipal fez obra em todo o concelho e fez uma obra sobretudo a pensar nas pessoas. (leia mais na edição impressa)

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.