Alunos sem aulas na escola do primeiro ciclo da cidade

Folha do Centro - Escola Secundária de Oliveira do Hospital vai ser remodelada

Direção do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital confirma adesão à greve geral de professores de 100%.

A escola do primeiro ciclo de Oliveira do Hospital não funcionou esta quarta feira devido à greve geral de professores marcada para o dia de hoje. De acordo com a direção do Agrupamento de Esolas de Oliveira do Hospital (AEOH) a paralização teve um maior impacto ao nível do primeiro ciclo, registando-se uma adesão de 100% nos vários estabelecimentos escolares do concelho.

A EB1 da cidade foi no entanto a única que se encontrou encerrada, tendo forçado os cerca de 280 alunos, incluindo os do 4º ano que têm aulas na sede do Agrupamento, a regressarem a casa. Nas restantes escolas, nomeadamente Ponte das Três Entradas, Nogueira do Cravo e Lagares da Beira a adesão foi igualmente de 100% no primeiro ciclo, mantendo-se a funcionar os outros níveis de ensino.

Artur Abreu da direção do AEOH reconhece o impacto “com algum significado” desta greve, afirmando, todavia, que a adesão não deve ter ultrapassado os 50% em todas as escolas do agrupamento.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.