Antigo vereador do PSD acusa líder da Concelhia de usar militantes como “álibi” para justificar desaire eleitoral autárquico

Folha do Centro - Antigo vereador do PSD acusa líder da Concelhia de usar militantes como “álibi” para justificar desaire eleitoral autárquico

O antigo vereador do PSD da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Ricardo, já veio reagir publicamente às declarações do ainda presidente da Comissão Política Concelhia do PSD ao nosso jornal, segundo as quais aquele destacado militante social democrata teria sido um dos elementos do PSD que esteve ao lado da candidatura autárquica do PS encabeçada por José Carlos Alexandrino, para prejudicar deliberadamente o partido nas eleições do passado dia 29 de setembro.

Num comunicado enviado às redações, o conhecido dirigente da FNE, não só rejeita “liminarmente” as acusações do líder laranja local de que tenha “tentado desmobilizar alguns nomes das listas do Partido Social Democrata” quer para a Câmara Municipal,quer para as Juntas de Freguesia, como confirma o contacto feito por “diversas vezes” pelo presidente da concelhia do PSD de Oliveira do Hospital e por alguns membros do PSD, em 2012 e 1013, para encabeçar uma candidatura à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, convite esse que, segundo diz, recusou perentoriamente desde a primeira hora, alegando estar “completamente fora dos seus objetivos qualquer candidatura autárquica nestas eleições de 2013”

“José Ricardo foi claro, para com todos os que o abordaram, nos argumentos que o levaram a manter-se afastado de participar na corrida às autárquicas de setembro de 2013. Foram razões de ordem profissional e razões relacionadas com o seu posicionamento político, conhecido publicamente, face à orientação política da atual direção nacional do Partido Social Democrata e dos líderes distritais e concelhios que a seguem, ou pelo menos não a contestam”, clarifica no mesmo comunicado, julgando que António Duarte ao proferir tais acusações em relação a militantes do PSD, e em particular contra ele, “assacando-lhes responsabilidades sobre a dura derrota do partido em Oliveira do Hospital” só pode estar a tentar encontrar “um álibi” para “ofuscar a sua dificuldade em digerir tamanha derrota política”.

“O líder concelhio do PSD pretende encontrar um bode expiatório para justificar um fracasso que só ao líder do PSD de Oliveira do Hospital compete assumir e responder politicamente”, entende José Ricardo, para quem a desaire eleitoral do PSD local “ não se restringiu apenas ao resultado eleitoral do passado dia 29 de setembro, mas foi o culminar de um percurso político marcado por sucessivas derrotas”.

Quanto à crítica dirigida a vários dirigentes do PSD local de terem abandonado o “barco” no momento em que o PSD mais precisava, José Ricardo diz apenas que “os dirigentes do PSD devem entender que os militantes não são peças descartáveis”, nem “estão para estar à mercê dos dirigentes partidários apenas quando lhes dá muito jeito erguer os seus nomes para determinados combates políticos”, esquecendo-se deles “quando interesses pessoais ou estratégicos se sobrepõem aos verdadeiros interesses políticos e partidários”, remata.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.