António Lopes assume candidatura à Câmara Municipal

Folha do Centro - António Lopes assume candidatura à Câmara Municipal

Presidente destituído da Assembleia Municipal entra na corrida às autárquicas de 2017, ao que diz, para corrigir “erro” de ter apoiado o atual presidente, José Carlos Alexandrino.

Ainda sem candidatos na corrida, mas para que ninguém fique com dúvidas. O presidente destituído da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, vai mesmo avançar com uma candidatura à Câmara Municipal em 2017.

O anúncio foi feito na última reunião daquele órgão e acabou por ser a resposta ao repto lançado pelo deputado socialista, Raul Costa, mas também pelo próprio presidente, que desafiou aqueles que convivem mal com o “sucesso” do concelho e que vivem da “chicana política” a provarem o que valem nas urnas.

Isolado, depois da assembleia ter rejeitado, por unanimidade, a sua moção de censura ao executivo, António Lopes, fez saber, mesmo assim, que vai a votos nas próximas eleições, ao que disse, para corrigir o “erro” de ter apoiado por duas vezes, nas duas últimas eleições autárquicas a candidatura de José Carlos Alexandrino. “Se alguém anda a pensar que não vou corrigir o erro que fiz que se desengane. Jurei ao Mário Alves que ia, e também juro a este que vai”, afirmou o agora deputado independente, prometendo não dar tréguas ao presidente da Câmara e seu antigo companheiro de luta, tal como fez com o antigo presidente do PSD, Mário Alves.

Aliás, desde que foi destituído do lugar de presidente da Assembleia Municipal que Lopes se tem centrado num duro ataque ao trabalho do executivo camarário, apesar das suas denúncias e queixas, incluindo à Policia Judiciária e aos tribunais, não passarem de suspeitas de “café”, como foi acusado por um deputado municipal independente, no decorrer dos trabalhos. “Com tanta crítica, tanta queixa, incluindo recursos aos tribunais, só lhe resta um desfecho: em coerência o deputado tem que assumir-se como verdadeira alternativa e ir a votos nas próximas eleições autárquicas”, desafiava o socialista Raul Costa, à espera para ver depois “quem está ao seu lado ou não”.

Ainda antes de Lopes se posicionar como candidato, também o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital criticou o facto de alguns optarem por “vencer pela calúnia”, uma vez que “nas urnas não são capazes de nos vencer”. Ainda assim, “vamos ver se têm coragem para ser candidatos se eu for candidato”, desafiou o autarca, que deixou claro que a sua decisão de ser ou não candidato às próximas eleições autárquicas não depende de ninguém, porque “na minha vida mando eu”.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.