ARCIAL inaugurou duas residências autónomas em dia de aniversário

Folha do Centro - ARCIAL inaugurou duas residências autónomas em dia de aniversário

Instituição de apoio a pessoas com deficiência dispõe de uma nova resposta social.

A ARCIAL acaba de inaugurar uma nova resposta social no concelho de Oliveira do Hospital. A conhecida instituição de apoio a pessoas com deficiência aproveitou as comemorações do 34º aniversário, na passada sexta feira, para assinalar a entrada em funcionamento de duas residências autónomas que vão acolher ao todo 10 utentes.

Uma valência que, conforme foi realçado pela presidente da instituição, Rosa Carvalho Neto, vem suprir uma lacuna existente no concelho no que diz respeito ao apoio prestado à população com deficiência, servindo sobretudo aqueles utentes que a partir de determinada altura não têm qualquer retaguarda familiar, mas que ainda se encontram autónomos para a realização de algumas tarefas do dia a dia. “Estes cidadãos vão poder viver aqui uma nova e enriquecedora experiência de vida”, acredita a dirigente da ARCIAL, agradecendo a todos aqueles que, ao longo dos últimos anos, têm contribuído para a prossecução destes e de outros projetos da instituição.

Aos representantes dos organismos centrais do Estado, nomeadamente ao diretor regional da Segurança Social, Rosa Neto deixou o apelo para que não deixem de olhar para a ARCIAL como um parceiro ativo quer na formação, quer na integração dos cidadãos que mais precisam. Um apelo que não ficou sem resposta, com o diretor da Segurança Social, Ramiro Miranda a “reconhecer a excelência” deste equipamento, e de todo o trabalho desenvolvido pela ARCIAL em prol da população deficiente. “Este equipamento deve ser motivo de orgulho para o concelho”, considerou aquele o responsável, dando por bem empregues os apoios públicos aplicados neste projeto. Ramiro Miranda garante que quando assim é e quando as instituições demonstram ter uma gestão cuidadosa “o Estado continua empenhado em manter os apoios”.

Um reconhecimento expressado também pelo presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, que se mostrou particularmente sensibilizado com o trabalho desenvolvido por uma instituição que ao longo dos anos se tem dedicado com enorme empenho àqueles que mais precisam. Um trabalho que tem como destinatários utentes não apenas do concelho de Oliveira, mas também do vizinho concelho de Tábua, como foi sublinhado pelo próprio presidente da Câmara tabuense, Mário Loureiro, para quem esta instituição presta “um apoio fantástico” de carinho e de dedicação aos outros. “Esta nova resposta social é determinante para o concelho de Tábua”, afirmou o edil, deixando a garantia de “fazer todos os possíveis para apoiar esta instituição que presta um serviço tão importante ao meu concelho”.

Em dia de aniversário da instituição, o presidente da Câmara de Oliveira do Hospital entende que estas residências representam não apenas uma prenda para a ARCIAL, com para todo o concelho que a partir de agora dispõe de um equipamento novo capaz de responder a novas carências sociais. “É com grande orgulho que vemos o trabalho que as diferentes IPSS´s fazem no concelho” sendo atualmente um dos principais empregadores, responsáveis por mais de 600 postos de trabalho. “As nossas IPSS´s têm um peso enorme em termos de riqueza”, referiu José Carlos Alexandrino, congratulando-se por todos antigos presidentes do Município terem tido sensibilidade para esta área social.

Uma visão solidária sublinhada ainda pelo presidente da ADIBER, Miguel Ventura, que recordou neste dia especial uma pessoa igualmente especial para esta instituição que foi a sua fundadora Teresa Serra. Mas como não há festa sem prendas, o dirigente da ADIBER aproveitou para presentear a ARCIAL com o anúncio de financiamento de uma nova viatura para transporte de utentes, que será financiada em 75% pela Associação de Desenvolvimento da Beira Serra. Os restantes 25% vão ser entretanto assegurados pela Câmara de Oliveira, que segundo anunciou o seu presidente irá propor na próxima reunião um subsídio no montante equivalente de modo a que a viatura em causa fique a custo zero para a ARCIAL.

A inauguração das novas residências autónomas contou ainda com a presença do antigo presidente da Câmara, Mário Alves, que esteve também em representação do benemérito Serafim Marques, que apoiou em cerca de 40 mil euros a sua construção, sendo que o seu nome ficou perpetuado numa placa descerrada à entrada da residência masculina. Já a residência feminina ficou com o nome de Teresa Serra em homenagem à fundadora da instituição.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.