Autarquia promete apoiar certificação das queijarias do concelho

Folha do Centro - Autarquia promete apoiar certificação das queijarias do concelho

Paula Neves considera este “um ponto fraco” da produção local de queijo.

A Câmara Municipal de Tábua está apostada em apoiar as queijarias do concelho, tendo em vista a certificação do queijo Serra da Estrela que é produzido localmente. Apesar de ter apenas três freguesias na Região Demarcada do Queijo Serra da Estrela, o concelho tabuense tem uma longa e arreigada tradição ligada à pastorícia e ao fabrico do queijo da serra, não tendo, todavia, qualquer produtor certificado, o que, depois de “26 anos de feira” é considerado pela autarquia “um ponto fraco” na promoção deste produto de excelência.

“Temos aqui um défice que não conseguimos resolver em 26 anos deste certame, que foi conseguir que um único produtor se propusesse a certificar o produto”, entende a vice-presidente, Ana Paula Neves, que promete desafiar os novos produtores a avançarem para este processo, uma vez que a Câmara Municipal está disposta a apoiá-los. “Este é um ponto fraco que vamos tentar inverter este ano, apoiando os produtores”, afirma a autarca, entendendo, apesar de tudo, que apesar do concelho não ter nenhum queijeiro com certificação, a qualidade do queijo não fica beliscada.

“As pessoas nunca partiram para este processo porque escoam o produto à porta de casa, e se escoam é porque este tem qualidade”, entende a vereadora, lembrando que outra das causas por que o concelho não tem queijarias certificadas é essencialmente a idade avançada dos produtores. “A maior parte já são pessoas com alguma idade, já não eram novas há 26 anos quando começámos esta feira, e agora ainda menos, e nunca estiveram para se chatear”, diz, acreditando que, com o apoio da autarquia, as novas gerações de produtores poderão ter outra abertura para este processo, apostando na valorização do queijo que produzem.

“O concelho neste momento também está noutra situação, aqui há três, quatro anos atrás era impensável dedicarmo-nos tanto a estas questões, mas agora estamos mais tranquilos e é um desafio também para nós tentar motivar alguns produtores para a certificação”, garante Paula Neves, mostrando-se disponível para ajudar à valorização de um dos produtos de excelência produzidos no concelho, que embora sem queijo Serra da Estrela DOP, faz um queijo “muito bom” e muito apreciado.

Antiga escola primária de Vila Chã vai ser transformada em “museu vivo”

Centro de Interpretação do Queijo Serra da Estrela concluído este ano.

O projeto já não é novo, mas só este ano a Câmara Municipal de Tábua diz ter reunidas as condições para avançar com as obras de transformação da antiga escola primária de Vila Chã num Centro de Interpretação do Queijo Serra da Estrela. “Atrasámos um pouco este projeto por causa das obras de requalificação da vila, mas vamos começar em breve” avança a vereadora e vice presidente da Câmara tabuense, Paula Neves, que aponta a sua conclusão no decorrer deste ano.

Devoluta há vários anos, a antiga escola do primeiro ciclo de Vila Chã, foi o espaço escolhido pela autarquia para a instalação do futuro “museu” do queijo, tendo em conta que a localidade, pertencente à freguesia de Covas, era uma das freguesias com mais pastores e queijeiras do concelho.

Assumindo-se como um espaço de promoção e divulgação “o ano inteiro” de um dos produtos de excelência da região, o novo centro de interpretação do queijo Serra da Estrela, promete proporcionar experiências únicas aos visitantes, desde a produção “ao vivo” do queijo e do requeijão, até visitas “virtuais” às pastagens e a todo o processo de fabrico desta iguaria única no mundo feita exclusivamente com leite de ovelha bordaleira.

O espaço que, pretende ser mais um local de atração turística do concelho, vai estar aberto diariamente e tem como “público alvo” as crianças e jovens das escolas, que poderão desta forma ter contacto com uma atividade – a pastorícia que está intrinsecamente ligada às gentes e às tradições desta região serrana.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.