Autarquia quer comerciantes “amigos do ambiente”

Folha do Centro - Autarquia quer comerciantes “amigos do ambiente”

Município de Oliveira do Hospital assinalou Dia Mundial do Ambiente com ações junto do comércio local.

O Município de Oliveira do Hospital promoveu, ontem, um “porta a porta” junto do comércio local naquela que foi uma ação de sensibilização para assinalar o Dia Mundial do Ambiente.

A iniciativa que, contou com a participação diversas entidades – nomeadamente alunos do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, Eptoliva e ESTGOH, desenrolou-se durante a manhã, altura em que diversos grupos constituídos por alunos, professores e técnicos da autarquia se deslocaram aos estabelecimentos comerciais da cidade com o objetivo de sensibilizar os comerciantes e seus colaboradores para a importância de adotarem comportamentos amigos do ambiente e práticas sustentáveis, sobretudo em matérias como a eficiência energética e gestão de resíduos que produzem.

Ainda antes da visita ao comércio local, José Francisco Rolo, vereador com o pelouro do ambiente, explicava os objetivos de mais esta ação dedicada ao ambiente, lembrando que, em anos anteriores, o Município com a colaboração dos alunos das escolas do concelho, tem vindo a levar a cabo outras iniciativas com o mesmo objetivo, como sejam ações de limpeza na floresta e rios, e plantação de árvores. Francisco Rolo lembra que não basta ao Município ter o galardão “Eco XXI” e ser considerado um Município com práticas sustentáveis, “para lá chegar é preciso fazer trabalhos práticos e ter ações” que contribuam para a preservação do ambiente, e melhoria da qualidade de vida.

Também o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino, se mostrou sensibilizado para estas questões, entendendo que, apesar do muito trabalho que tem sido feito nesta área, “ainda há muito a fazer para melhorar o ambiente”, nomeadamente ao nível da “educação ambiental”. “É preciso que as pessoas tomem consciência que temos de reciclar. A terra tem recursos, mas não tem recursos ilimitados”, advertiu o autarca, que embora não tenha feito referência no dia de ontem, se pode gabar de ter hoje uma das melhores águas da rede pública do país, fruto de investimentos nesta área.

No âmbito desta ação, os lojistas da cidade receberam um conjunto de informações sobre medidas a adotar para uma maior eficiência energética dos seus estabelecimentos, nomeadamente sugestões de poupança de energia, de como se pode reduzir o consumo de energia e consequentemente reduzir os custos de funcionamento. Em simultâneo foi promovido o preenchimento de um breve questionário sobre a performance energética do estabelecimento.

Com a dinamização desta ação, o Município de Oliveira do Hospital em estreita colaboração com a ADI pretende consciencializar os cidadãos, em particular os lojistas do comércio local do centro urbano de Oliveira do Hospital, para as vantagens de gastar menos energia que se fazem sentir de forma mais imediata na redução da fatura da eletricidade mas que contribuem igualmente para a proteção do ambiente, através da redução das emissões de gases com efeito de estufa para a atmosfera.

Conselhos práticos em áreas cruciais como a fatura energética, a climatização, o isolamento, a iluminação e a escolha e utilização inteligente dos equipamentos serão temas abordados, a par da gestão de resíduos, sensibilizando para a política dos 3R’s – Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Aos lojistas, para além da entrega de um folheto com informação sobre esta matéria foi também entregue um pilhão, procurando ainda sensibilizá-los para os equipamentos de recolha que o município tem à disposição: ecopontos, contentores de lixo indiferenciado, ilhas ecológicas para recolha seletiva e indiferenciada, e o ecocentro da zona industrial onde podem entregar, gratuitamente, resíduos valorizáveis para reciclagem.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.