Belmiro de Azevedo e IRSIL recebem medalha de ouro do Município

Folha do Centro - Belmiro de Azevedo e IRSIL recebem medalha de ouro do Município

Lista de homenageados no próximo dia 7 de outubro contempla figura da “costureira da indústria de confeções”.

 

 

O patrão da Sonae, Belmiro de Azevedo, vai ser um dos condecorados com a mais alta distinção do Município de Oliveira do Hospital, no próximo dia 7 de outubro, na habitual cerimónia de homenagem às personalidades/entidades do concelho, que se distinguiram nas diversas áreas de intervenção.

Uma distinção que se estende também à empresa IRSIL, que comemorou recentemente 50 anos de atividade no concelho, sendo uma das mais antigas indústrias do setor e a maior empregadora oliveirense, atualmente com mais de 300 colaboradores. Para além da medalha de ouro, o executivo de José Carlos Alexandrino vai ainda agraciar, com a medalha de mérito municipal, a figura da “costureira da indústria de confeções”, justificando esta homenagem face à importância que estas mulheres tiveram na criação e no desenvolvimento desta indústria no concelho, transformando-se, ao longo das últimas décadas, numa das imagens de marca do concelho.
Como forma de homenagear estas profissionais e não o podendo fazer individualmente, o executivo decidiu atribuir a medalha de mérito às costureiras com mais anos de serviço que se encontrem ainda em atividade nas empresas do concelho, estendendo assim a homenagem a todas as costureiras de Oliveira do Hospital, e são várias centenas aquelas que trabalham diariamente neste setor, contribuindo para o seu prestígio nacional e internacional. Apesar de já ter recusado por duas vezes a distinção do Município oliveirense, o homem forte da Sonae, que tem em Oliveira do Hospital uma das suas principais indústrias do setor das madeiras, Belmiro de Azevedo, aceitou agora receber a medalha de ouro, distinção que o executivo justifica com o contributo que esta fábrica tem dado, ao longo dos anos, na criação de emprego e de riqueza no concelho, preparando-se para lançar em breve a expansão da atual unidade fabril da Catraia de S. Paio, num investimento estimado em mais de 50 milhões de euros.
No próximo dia 7 vão ser ainda agraciados com a medalha de mérito municipal a antiga vereadora e líder do CDS/PP, Maria Adelaide Freixinho, pelo seu percurso profissional e politico no concelho. Jurista de carreira, mais tarde notária, Adelaide Freixinho mostrou desde cedo uma grande vocação para a política, tendo sido, até à presente data, a primeira e única mulher eleita presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital.
Outra mulher que se notabilizou e que o Município vai agraciar é a professora e atual conselheira municipal para a Igualdade, Maria Teresa Serra, que apesar de não ter nascido oliveirense adotou esta terra como sua, desenvolvendo aqui um intenso trabalho sobretudo na área social, onde se destaca a fundação da ARCIAL.
Engenheiro Técnico Agrário, António Vasco Figueiras, é outra das personalidades que vai receber a medalha de mérito municipal, no próximo dia 7, pelo seu extenso “currículo” ligado à ovinicultura e ao desenvolvimento deste setor, tendo sido um dos fundadores da ANCOSE, da Confraria do Queijo Serra da Estrela, e sócio nº1 e diretor da Caixa Agrícola de Oliveira do Hospital.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.