“BLC 3 é uma referência que tem de ser mais conhecida”

Folha do Centro - “BLC 3 é uma referência que tem de ser mais conhecida”

Ministro Eduardo Cabrita visitou campus de tecnologia e inovação, localizado em Lagares da Beira e deixou promessa de ajudar a impulsionar este projeto.

Depois do Primeiro Ministro ter inaugurado, em maio, as instalações da BLC3 em Lagares da Beira, agora foi a vez do Ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, visitar aquele Campus de Tecnologia e Inovação de Oliveira do Hospital, ficando assim a conhecer melhor os projetos de investigação em curso naquele espaço.

Apesar de já conhecer o projeto da BLC3, como um “projeto de referência de localização de conhecimento a partir de produtos endógenos”, o governante considerou que este é um espaço de “referência que tem que ser mais conhecido”. “A BLC3 tem sido bastamente premiada a nível nacional, e a nível internacional e aquilo que eu vim aqui fazer foi conhecer melhor quais são os pequenos nós, que desatados, permitirão este projeto ir mais além”, referiu o Ministro Adjunto, para quem a “a aposta no interior é decisiva” não de uma forma “fatalista ou assistencialista”, mas “como espaços de oportunidade e espaços de competitividade que estão mais próximos dos grandes mercados europeus”.

“Este é um espaço exemplar de como é possível concentrar no interior investigação de topo, atrair jovens investigadores em áreas elevadamente sofisticadas, e transformar aquilo que é o potencial natural, os produtos tradicionais e dar-lhes valor acrescentado”, fez notar o governante durante a sua deslocação à BLC3, o mesmo Campus de Tecnologia e Inovação que ainda em maio tinha recebido a visita do Primeiro Ministro, António Costa, que considerou o projeto um “excelente exemplo” de como é possível reconstruir uma economia com base na floresta, através da transformação da biomassa em combustível.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.