Bombeiros de Lagares da Beira reclamam nova viatura de combate a incêndios florestais

Folha do Centro - Autarca mantém compromisso de comprar viatura se Governo “faltar à palavra”

Deixaram apelo ao Secretário de Estado, nas cerimónias do 71º aniversário da corporação, depois de verem chumbada candidatura aos fundos comunitários.

O presidente da direção dos Bombeiros de Lagares da Beira, António Maceira, não se conforma com o chumbo do financiamento de um novo veículo de combate a incêndios florestais e aproveitou a presença do secretário de Estado da Administração Interna, nas comemorações dos 71 anos da corporação, para pedir ao Governo que pondere “outras regras” que possam contemplar corpos de bombeiros como o de Lagares da Beira, que há 21 anos que não recebe uma viatura DFCI completamente nova.

“Temos absoluta necessidade de renovar os nossos veículos que estão adstritos às missões de socorro, alguns dos quais já ultrapassaram há muito a respetiva duração de referência”, fez notar o diretor, dizendo-se “desiludido” face aos últimos acontecimentos na associação que, como não bastasse os atrasos no pagamento dos serviços prestados aos hospitais de Coimbra, ainda viu chumbada a candidatura aos fundos comunitários para aquisição da nova viatura de defesa da floresta contra incêndios. “Foram momentos muito tristes, momentos de pensar muito bem na nossa situação, é muita coisa junta”, verificou António Maceira, para quem o “mais angustiante é ter ficado com a certeza que se os critérios se mantiverem, nunca esta associação receberá uma nova viatura DFCI”.

Refira-se que na base da não aprovação do financiamento está o facto da autoridades competentes considerarem que o corpo de Lagares da Beira não tem uma atuação supramunicipal, o que consideram uma injustiça, na medida em que facilmente se comprova o contrário pelas saídas desta corporação, durante a época crítica de incêndios. “Nós não queremos uma nova viatura para andar a passear, ou por uma questão de vaidade, é uma questão de necessidade, é apenas e só para que os bombeiros tenham melhores condições de segurança”, reforçou o Comandante dos Bombeiros Lagarenses.

Também o presidente da Câmara, José Carlos Alexandrino, partilhou do “descontentamento” dos Bombeiros de Lagares da Beira a propósito da não aprovação do financiamento da DFCI, pedindo um “compromisso claro” do Governo para da próxima candidatura “dotar esta corporação de uma nova viatura”. Ciente que se trata de uma necessidade premente daquele corpo de bombeiros, o autarca deixou a garantia de “comprar esse carro aos BVLB”, caso as autoridades competentes não encontrem formas de financiamento. Confessando-se igualmente “desagradado” com os contornos que levaram ao chumbo da candidatura apresentada pelos Bombeiros de Lagares da Beira, o secretário de Estado da Administração Interna, deixou entretanto a promessa de ter “atenção especial” e acompanhamento redobrado numa próxima candidatura deste corpo de bombeiros a uma nova viatura DFCI, como “única forma de resolver o problema”.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.