Câmara de Tábua troca roupa nova por alimentos

Feira Social

Primeira feira social está a decorrer até à próxima sexta feira e tem como objetivo repor o stock de bens alimentares no “Espaço Casa e Família”.

É a primeira feira do género dinamizada pela loja social de Tábua e tem com objetivo, até ao final desta semana, a troca de algumas centenas de peças de roupa “a estrear” por bens alimentares.

“A ideia surgiu porque tivemos dois donativos de muita quantidade de roupa por parte de duas empresas de Tábua, roupa completamente nova, e achámos que podíamos trocar estas peças, que marcámos a um preço simbólico, pelo mesmo valor em alimentos”, explica a vereadora da ação social da Câmara Municipal de Tábua, Ana Paula Neves, para quem esta feira social representa uma oportunidade para as pessoas adquirem peças de roupa de alta qualidade a preços baixos, e em troca colaborarem com a loja social, adquirindo alimentos no mesmo valor. “Temos lá muita quantidade de calças e outras peças que dificilmente conseguíamos escoar, porque temos tido sempre muitos donativos de roupa e roupa em boas condições”, garante a vereadora, julgando que esta feira foi a forma encontrada de escoar o stock de vestuário doado ao “Espaço Casa e Família”, e por outro lado conseguir reforçar os stocks de géneros alimentícios, que diz, “era mesmo o que estávamos a precisar mais”.

Inaugurado há cerca de um ano na antiga escola primária de Tábua, este espaço de apoio a pessoas carenciadas ou em dificuldades do concelho de Tábua tem auxiliado algumas dezenas de famílias que procuram essencialmente ajuda alimentar, mas também roupas e brinquedos. “Felizmente não temos muitos casos novos de carências económicas no concelho, porque o desemprego em Tábua não se faz sentir como noutros concelhos”, entende a autarca, considerando, ainda assim, este espaço necessário para dar resposta às situações mais carenciadas.

Esta feira acaba por funcionar como mais uma ação de recolha de alimentos, entre as muitas que têm sido levadas a cabo pelo Banco Local de Voluntariado com vista a angariar bens e produtos de primeira necessidade que são aqueles que registam mais procura, ao longo do ano.

Além dos bens alimentares disponibilizados pela loja social, a ação social da Câmara Municipal tem ainda disponível o “SOS Munícipe” que é acionado apenas em situações de grande emergência social, e que visa uma ajuda alimentar mais completa, incluindo carne, peixe e frescos. “Este ano tivemos 5/6 casos destes, mas não têm aumentado”, afirma Paula Neves, à espera de uma boa adesão dos tabuenses a esta primeira feira social.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.