Câmara vai avaliar qualidade das refeições escolares fornecidas por empresa

Auxiliares e professores vão preencher inquérito

Auxiliares e professores vão preencher inquérito.

Para atestar da boa qualidade das refeições que, desde o dia 2 de setembro, passaram a ser fornecidas pela empresa Eurest às crianças do 1º CEB e pré-escolar, o Município oliveirense “vai passar um inquérito” que será preenchido pelas auxiliares de ação educativa e professores.

A medida foi anunciada pela vereadora da Educação, na última reunião da Assembleia Municipal, realizada na tarde de 27 de setembro, indo ao encontro do que já tinha sido anunciado pelo presidente do Município oliveirense, José Carlos Alexandrino, de reforçar a fiscalização quando confrontado com o descontentamento de alguns pais e encarregados de educação relativamente à qualidade das refeições. Segundo adiantou a vereadora da Educação, a medida está prevista no caderno de encargos da contratação de serviços estabelecida com a empresa.

“Vamos passar um inquérito pelas auxiliares de ação educativa que provam as refeições e, junto do Agrupamento de Escolas, vamos pedir aos professores do pré-escolar e do 1º ciclo para que façam esse teste, para que possam depois preencher um inquérito que vai ser enviado à Eurest e possamos, assim, melhorar as condições”, explicou Graça Silva.

A vereadora disse que naquele dia (sexta-feira, dia 27 de setembro) se deslocou ao Centro Escolar de Nogueira do Cravo, onde está localizada a cozinha de onde partem as refeições para todos os alunos do pré-escolar e 1º ciclo. “Os professores referiram que a feijoada estava muito boa. As coisas vão-se ajustando, vão-se adequando”, afirmou Graça Silva, verificando ainda que a empresa Eurest “tem tido uma postura muito correta para com o Município”.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.