Candidato do CDS reúne com comandante do destacamento da GNR da Lousã

José Vasco GNR Lousã

José Vasco de Campos garante ter ficado mais tranquilo com garantias deixadas pelas autoridades relativamente à segurança dos oliveirenses.

O candidato do CDS/PP à Câmara de Oliveira do Hospital, José Vasco de Campos, garante ter ficado mais tranquilo depois da audiência com o comandante do Destacamento da GNR da Lousã, que foi pedida na sequência da onda de assaltos registada nos últimos meses, sobretudo na cidade oliveirense. Vasco de Campos foi recebido recentemente por aquele responsável da segurança na região, que terá aproveitado este encontro para tranquilizar os oliveirenses relativamente a alguns episódios de furto e assalto a residências e empresas, ocorridos no concelho, uma vez que “aquilo que nos foi dito é que a situação está perfeitamente controlada”. A situação mais preocupante era mesmo a onda de assaltos a apartamentos durante o dia, em que o “modus operandi” consistia em “perguntar por pessoas inexistentes aproveitando nãos estar ninguém para entrar dentro das habitações”.
Entretanto, de acordo com informações apuradas pelo cabeça de lista do CDS junto do Comandante do Destacamento da Lousã esta situação já está resolvida com a detenção dos autores – um grupo de moldavos proveniente do sul do país, que durante algum tempo espalhou o medo nesta região. Vasco de Campos adianta que além desta situação, as autoridades deixaram ainda garantias relativamente ao reforço do patrulhamento no concelho, não só para dissuadir este tipo de criminalidade, mas também para prevenir o pequeno furto, que se vem verificando, sobretudo com combustíveis, máquinas agrícolas e cobre.
Outra situação abordada pelo candidato às próximas eleições autárquicas está relacionada com as burlas a idosos, na medida em que “durante o dia não há ninguém nas aldeias, e estes são um alvo fácil”, afirmou. Vasco de Campos pode constatar, todavia, que a GNR está atenta a “este problema nas nossas aldeias”, e tem estado a promover diversas ações de sensibilização junto da população rural, no sentido de alertar para determinado tipo de abordagem feita por estranhos. Até porque, refere, “vai haver uma nova nota de cinco euros brevemente em circulação e isto pode dar origem a novos episódios de burla”, entende o candidato, que garante ter ficado “bastante mais tranquilo” com o ponto da situação feito pelas autoridades em Oliveira do Hospital, que embora não sendo um concelho “preocupante” em termos de criminalidade, tem sido palco de algumas “vagas” de assaltos e furtos com recurso à violência. “A ideia com que ficámos é que a GNR tem uma postura de antecipação aos problemas e tem o controlo das situações e isso deixa-nos mais descansados”, afirma José Vasco de Campos, elegendo assim a segurança como um dos pontos de partida da sua intervenção política. Segurança não apenas de bens, mas também segurança rodoviária, já que se encontra ainda a aguardar a resposta das Estradas de Portugal relativamente à beneficiação da EN 17 que, devido ao seu estado de degradação, coloca diariamente em risco a vida de quem ali circula.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.