EptoArraial confirma-se como “cartaz” da escola profissional

Folha do Centro - EptoArraial confirma-se como “cartaz” da escola profissional

Aproximar a escola profissional da comunidade, bem como divulgar a oferta formativa disponível foi o objetivo da segunda edição do Eptoarraial, que decorreu este fim de semana no recinto da Eptoliva. Depois de uma primeira experiência, o ano passado, que visou essencialmente assinalar o 20º aniversário da escola, a direção da escola profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, voltou a marcar presença na comunidade com um cartaz de animação, que ao longo de dois dias, trouxe a música, o artesanato, o desporto e a gastronomia de novo à sede da escola.
Além de uma atividade de encerramento do ano letivo, Artur Abreu, presidente da entidade gestora da Eptoliva, explica que a ideia deste evento é que a comunidade visite a escola, permitindo “ter um conhecimento dos cursos profissionais e toda a oferta formativa que a Eptoliva disponibiliza e que não se confina a estes cursos”, pois “há toda uma serie de formações também para ativos que neste momento estão disponíveis”. “Hoje em dia a formação ao longo da vida tem uma importância cada vez maior, é algo que está na ordem do dia e a Eptoliva não podia ficar de braços cruzados perante esta realidade”, considera Artur Abreu, dando nota da “estratégia” iniciada há quatro anos pela atual direção da escola de fazer face à “dificuldade de angariar alunos para os cursos profissionais”, com a aposta na “formação de ativos” na região da Beira Serra.
Também o diretor executivo da escola, Joel Vasconcelos, entende que Eptoliva só faz sentido se “conseguir envolver toda a comunidade”, e “desenvolver aquilo que é a sua base que são os cursos profissionais para outro tipo de oferta formativa que melhore essa envolvência”. Apostados no crescimento da escola, quer em termos do ensino profissional “tradicional”, quer na formação de adultos, o diretor garante que a prova que estas escolas fazem cada vez mais “sentido” é a procura registada já no ano letivo anterior por parte dos alunos, mas também por parte das entidades empregadoras, que “preferem os alunos das escolas profissionais”, diz. “Não sou eu que o digo, é o mercado empregador que recebe os estudantes das escolas profissionais para estágios, porque estão mais bem preparados”, portanto, conclui, “é a comunidade que dá provas que as escolas profissionais fazem sentido”.
A Eptoliva está neste momento a iniciar a divulgação da sua oferta formativa de cursos profissionais para o próximo ano letivo, onde se propõe disponibilizar os cursos de técnico de Design, Turismo e Instalações Elétricas/Eletrónica em Oliveira do Hospital; técnico de Multimédia em Tábua; e técnico de Auxiliar de Saúde em Arganil, marcando assim a reabertura do polo neste concelho.
A festa começou com um verdadeiro “arraial” de candidatos, com a presença dos três cabeças de lista às eleições autárquicas no concelho: José Carlos Alexandrino, Cristina Oliveira e José Vasco de Campos cruzaram-se pela primeira vez a “tres” num evento, não escondendo algum “nervosimo” proprio de campanha.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.