Especialistas debateram “Respostas Emocionais a Situações de Catástrofe” em Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital debateu esta segunda feira “Respostas Emocionais a Situações de Catástrofe”, numa iniciativa promovida pela Unidade de Saúde Mental Comunitária (USMC PIN) em parceria com a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, e que contou com a colaboração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), Administração Regional de Saúde do Centro (ARS) e o Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Norte (ACES PIN).

Tratou-se de uma ação dirigida às entidades da Rede Social enquanto estruturas de primeira linha para a deteção, sinalização e encaminhamento de situações de stress emocional ou situações mais complexas, e que resulta do dispositivo de apoio às populações criado no pós incêndio de outubro de 2017.

Dirigido a educadores e técnicos que trabalham nas IPSS e Rede Social concelhia, o encontro contou com a presença e contributo de vários profissionais da psiquiatria e da psicologia, nomeadamente médicos e enfermeiros com trabalho desenvolvido na área da saúde mental no concelho de Oliveira do Hospital e distrito de Coimbra.

A dinamização deste workshop representa um investimento no reforço da capacidade de intervenção das IPSS enquanto entidades de primeira linha, e tem como objetivos: explicar os mecanismos fisiológicos envolvidos na resposta do organismo humano às situações de stress; dar a conhecer a intervenção da enfermagem de saúde mental em situações de catástrofe; dar a conhecer o papel da intervenção psicossocial nas situações de catástrofe; explicar reações psicológicas e os sinais de alerta na evolução dos indivíduos após uma situação de catástrofe e ainda criar um espaço de partilha de experiências e emoções.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.