“Esta é uma candidatura de gente do concelho de Oliveira”

Folha do Centro - “Esta é uma candidatura de gente do concelho de Oliveira”

PS com casa repleta na apresentação dos candidatos.

“Uma candidatura de gente do concelho” e de gente que já deu provas que é “capaz”, foi assim que o atual presidente da Câmara e recandidato do PS à autarquia de Oliveira do Hospital se referiu, no último sábado, às centenas de pessoas que o acompanham na corrida à presidência do Município.

Perante uma imensa moldura humana que encheu por completo a Casa da Cultura César Oliveira na apresentação dos candidatos do Partido Socialista aos diferentes órgãos autárquicos concelhios, Alexandrino centrou a sua intervenção nas “diferenças” que separam a sua candidatura da candidatura da sua principal adversária, Cristina Oliveira, pelo PSD, não tendo dúvidas que “do lado de cá” é que estão as pessoas que “conhecem o concelho”, enquanto do “outro lado está uma candidatura que não conhece o concelho” porque “passaram muitos anos fora disto e não conhecem ninguém”. “Acho que a escolha é fácil porque a diferença entre os candidatos é um fosso enorme”, argumentou o autarca recandidato, estendendo as “diferenças” entre PS e PSD a quase todas as áreas de intervenção política.

Alexandrino lembrou que se há aspeto que distingue as duas candidaturas é a forma como encaram o ordenamento educativo no concelho, acusando uma vez mais, a principal adversária nestas eleições de ser a responsável pela extinção de cinco agrupamentos de escolas, fundindo-os num único mega agrupamento, o que irá deixar muitos professores e funcionários no desemprego. O candidato do PS não poupou ainda o PSD no caso da recente extinção do curso de marketing da ESTGOH, acreditando que “do lado de lá estão aqueles que quiseram matar a Escola Superior ao autorizarem a transferência de cursos para Coimbra”. (leia mais na edição impressa)

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.