ESTGOH tem mais um curso e mais vagas no concurso de acesso ao ensino superior

dav

Escola do IPC aposta em “Sistemas e Tecnologias da Informação”.

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira Hospital (ESTGOH) viu aprovada a abertura de uma nova licenciatura: “Sistemas e Tecnologias da Informação”. A escola partiu assim para o concurso nacional de acesso, cuja primeira fase decorre de 18 de julho a 7 de agosto, com oito licenciaturas e um total de 192 vagas.

Carlos Veiga, presidente da ESTGOH, em declarações à Rádio Nova, adiantou que o novo curso vem suprir uma lacuna existente na escola ao nível de informática, em especial no que respeita a sistemas produtivos e sistemas de gestão. “Tínhamos o departamento de informática só com uma licenciatura em engenharia informática e abrimos uma licenciatura mais virada para a programação e sistemas de gestão de informação”, afirmou. Para o responsável, a abertura da nova licenciatura representa um “ganho enorme” para escola, que parte para o concurso de acesso ao ensino superior com um total de 192 vagas a concurso, mais 60 do que no ano passado. Carlos Veiga destaca, em particular, as 30 novas vagas associadas à nova licenciatura e o aumento de 14 vagas em Gestão e 15 na licenciatura de Administração e Marketing.

Com mais uma licenciatura e mais vagas decorrente do despacho governamental que incentiva o estudo no interior do país, o presidente da ESTGOH considerou, em entrevista à Rádio Boa Nova, que este “é um muito bom momento da escola”. Para o responsável este deve ser também “um bom momento para a cidade”. Carlos Veiga entende que o caminho a seguir será o “da aproximação com as empresas”, tendo em vista “projetos integrados” que permitam pôr os alunos a resolver problemas, o que faz com que, no fim, fiquem mais aptos para trabalhar e se fixem na região.

A nova licenciatura em “Sistemas e Tecnologias da Informação” junta-se aos cursos já existentes na ESTGOH: Administração e Marketing ; Contabilidade e Administração; Desenvolvimento Regional e Ordenamento do Território; Gestão de Bioindústrias; Gestão; Engenharia e Segurança do Trabalho e Engenharia Informática.

Com mais uma licenciatura e mais vagas decorrente do despacho governamental que incentiva o estudo no interior do país, o presidente da ESTGOH entende que este “é um muito bom momento da escola” e que é o “culminar de um trabalho que envolve toda a equipa da escola” com novos desafios para o próximo ano. Para o responsável este deve ser também “um bom momento para a cidade”. Carlos Veiga considera que o caminho a seguir será o “da aproximação com as empresas” tendo em vista “projetos integrados” que permitam pôr os alunos a resolver problemas, o que faz com que, no fim, fiquem mais aptos para trabalhar e se fixem na região.

Numa altura em que a ESTGOH aposta na “consolidação da oferta formativa”, Carlos Veiga entende que a escola deve desenvolver o seu trabalho na resolução dos problemas do interior e zonas de montanha. “Creio que estamos a dar passos muito consistentes naquilo que a região, a cidade e o país esperam de nós”, afirmou.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.