Estrada da Beira num estado miserável

Estrada da Beira2

EN 17 com autênticas crateras no piso.

A Nacional 17 está cada vez imprópria para a circulação automóvel. Depois do aumento galopante do tráfego de camiões que começaram já no inicio deste ano a desviar-se dopagamento das SCUT na A25, esta via está agora toda esburacada, pelo menos, no troço que atravessa o concelho de Oliveira, entre Vendas de Galizes e Chamusca da Beira. E se o mau estado do piso já era visível com o tempo “seco”, nos últimos dias, devido à chuva intensa que se fez sentir na região, a estrada chegou a um estado miserável, com autênticas crateras ao longo deste trajeto, que se revelam um perigo para quem ali transita.
A situação foi denunciada pelo deputado independente, José Vasco de Campos, durante a reunião da Assembleia Municipal, onde alertou para o estado “lastimável” da principal via que atravessa o concelho. “A estrada não tem buracos, tem crateras” afirmou o deputado, pedindo à Câmara Municipal para alertar as Estradas de Portugal para o estado de deterioração em que se encontra a via. Também o vereador independente, José Carlos Mendes, alertou esta semana para “o perigo” em que se encontra a Estrada da Beira, podendo mesmo dar origem a “acidentes graves”. Preocupado com a falta de condições de segurança nesta via, o autarca apelou à intervenção do executivo camarário junto da “EP”, “nem que seja a enviar ofícios todos os dias”.
O presidente da Câmara reconhece a gravidade da situação neste troço em concreto da EN17, e garante ter de pressionar a EP para resolver o problema, aliás à semelhança do que aconteceu no verão passado, na zona de Galizes, onde foram necessários vários relatórios a alertar para a intervenção urgente naquele ponto crítico da EN17. Nos últimos dias, a situação degradou-se sobretudo na zona do Senhor das Almas até à Chamusca, onde, segundo o relato de alguns automobilistas, havia buracos com mais de 30 cm de profundidade. Uma situação altamente perigosa que tem condicionado o trânsito numa via, que está hoje transformada num dos principais acessos à fronteira com Espanha, depois da introdução de SCUT’s na A25.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.