Festa do Bodo em Vila Pouca da Beira

Folha do Centro - Festa do Bodo em Vila Pouca da Beira

Aproxima-se mais uma edição da Festa do Bodo. Nos dias 30 e 31 de janeiro, junto à Pousada Convento do Desagravo, realizar-se-á uma Feira de época, rica de tradições, sabores e trajes que levarão os visitantes a reviver um momento tão marcante da história: O Advento da República.

Todo o certame, imbuído num clima de época, será recheado das mais diversas atuações e recriações históricas. O Regedor virá a Vila Pouca da Beira e haverá uma Ceia apelidada do Banquete do Regedor: A Ceia dos Graúdos, Bodo dos miúdos. Serão teatralizados os principais acontecimentos no Reino no declínio da Monarquia. Espetáculos de malabares de fogo sobre o Advento da República irão dar brilho à noite e até a apresentação do que terá sido o Martírio de S. Sebastião marcará da melhor maneira esta festa que honra este Santo.

A União das Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira, entidade organizadora, não olhou a custos para voltar a trazer à ribalta esta iniciativa. É com a colaboração do Município de Oliveira do Hospital, da Companhia de Teatro Viv’arte, o Grupo Melodias e Tradições de Vila Pouca da Beira, da Associação de Melhoramentos de Vila Pouca da Beira, do Grupo de Concertinas Montes Hermínios, da ADI – Agência para o desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital e de um sem número de voluntários que a Festa do Bodo de Vila Pouca da Beira será o destino de eleição para os dias 30 e 31.

A realçar que, a Festa do Bodo, tem previsto no seu programa o início para as 16 horas de sábado e um contará com uma tarde repleta de animação. No Domingo haverá a tradicional Eucaristia, pelas 10:15 horas, e seguir-se-á a procissão. Pela tarde grupos culturais concelhios e mais uma vez as recriações de época irão estar presentes por todo o espaço da Feira. No recinto do evento encontrar-se-á um grande mercado aberto ao público, onde todos os visitantes poderão adquirir o que de melhor há na nossa região e uma taberna pronta a deixar as pessoas de água na boca. Haverá ainda a distribuição do Bodo, dádiva dos Senhores aos pobres, por promessa feita a S. Sebastião e algumas surpresas que ainda ficam por revelar.

A organização convida todos os visitantes a virem caraterizados à antiga e a deixarem-se entrar no espírito do início dos anos de mil e novecentos. Será um momento único e uma experiência incrível que só poderá ser um êxito no panorama distrital.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.