Festa do bodo promete regresso “às origens” em Vila Pouca da Beira

Abre o calendário de festas de 2014 no concelho de Oliveira do Hospital e promete um fim de semana pleno de animação cultural, etnográfica e gastronómica.

Desta vez, o convite “à região” é para vir e desfrutar da festa do bodo de S. Sebastião em Vila Pouca da Beira, onde nos próximos dias 25 e 26 o principal atrativo é mesmo o bodo, constituído essencialmente por broa, chouriça e broinhas, que a população confeciona para oferecer a todos os que a visitam durante o evento. Uma tradição recuperada há precisamente 10 anos pelo anterior executivo da junta de freguesia e que o atual presidente da nova União de Freguesias de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira faz questão de dar continuidade, apostando na projeção do evento para além das fronteiras do concelho.

A festa que apela as raízes históricas de Vila Pouca, rezando a lenda que as famílias mais abastadas terão escolhido este dia de S sebastião para distribuir alimentos, como pão e broas, pelos pobres, vai este ano mudar de palco, realizando -se pela primeira vez no recinto da extinta junta de freguesia, e não na envolvente à Pousada do Desagravo, como vinha acontecendo nos últimos anos.

Interrompidos durante décadas estes festejos foram retomados e “sem dúvida nenhuma que este executivo jamais iria acabar com o que é tradicional” afirmou Vítor Costa, presidente da assembleia da nova união de freguesias. Mantendo-se fiel às origens, a festa do bodo vai surgir este ano com uma nova roupagem assente essencialmente na valorização do seu espírito “solidário” e “comunitário”  que “no fundo foi a sua origem”, afirmou Hugo Marques, da organização.  Uma organização partilhada com o Município oliveirense que sublinha também o cariz solidário deste evento, que tem na sua essência a distribuição de bens dos mais ricos pelos mais pobres.

Para a vereadora da cultura, Graça Silva a preocupação do executivo em dar maior ênfase cultural e histórico ao programa é a prova de que ” querem ir às origens desta festa”  , trazendo a “este espaço a nossa riqueza cultural e patrimonial”.

Um evento que para o presidente da ADI, José Francisco Rolo, é já uma marca no calendário de iniciativas promocionais do concelho, ao longo do ano, pelo que” é de louvar” o facto do novo executivo ter tido a preocupação não apenas de de lhe dar “continuidade”, como apresentá-la com “novo figurino”, afirmou. “É um bom motivo para fazer uma iniciativa temática, o bodo que os ditos ricos davam aos pobres” considerou o  vice presidente da Câmara, considerando igualmente este um bom pretexto para a “região” no próximo fim de semana vir e descobrir a freguesia de Vila Pouca da Beira e a oferta turística do concelho de Oliveira do Hospital.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.