Foto reportagem JOANA NEVES – por Tiago Cerveira

Folha do Centro - Foto reportagem JOANA NEVES - por Tiago Cerveira

Folha do Centro - JOANA NEVES - A Hair Stylist oliveirense mais internacional de sempre

 

 

JOANA NEVES – A Hair Stylist oliveirense mais internacional de sempre

Joana Rita Santos Neves nasceu em 1990, natural de Oliveira do Hospital. Filha de cabeleireira, no entanto a mãe nunca a influenciou na escolha da profissão, sempre preferiu que seguisse uma carreira universitária e Joana assim fez. Foi colocada na cidade da Guarda, no curso de Comunicação Social e Relações Públicas. Desistiu 3 meses depois e decidiu seguir a profissão da mãe que ficou igualmente orgulhosa. Frequentou um curso em Espanha onde posteriormente deu formação na área. Em 2010 regressa a Portugal e começa a trabalhar, em Coimbra, com Carlos Gago (Embaixador L’Oreal) e é nesta altura que surgem os primeiros prémios. Começa por vencer as provas regionais, depois as nacionais e quando tem a oportunidade de ir competir nas internacionais o país fechou-lhe a porta, alegando falta de verba para suportar as despesas de representação nessas competições, mas Joana não desistiu. Em 2011, ganhou várias medalhas de ouro em competições nacionais e abre as portas para a moda internacional. Chega a Londres e começa a trabalhar com um grande nome da especialidade. A partir daí, a vida desta jovem oliveirense nunca mais foi a mesma. Joana Neves, com 25 anos, tem uma carreira de sonho: faz uma média de 100 eventos por ano, trabalha regularmente com marcas como Chanel, Louis Vuitton, Prada, Dolce & Gabbana e já penteou figuras como Adriana Lima ou Bryan Adams. Organizações mundiais como a Semana da Moda de Nova York, Londres, Milão, Paris ou Berlim ao lado de nomes como Guido Palau (para quem atualmente, trabalha na sua equipa principal e em exclusividade), Sam Mcknight, Neil Moodie, Syd Hayes, Orlando Pita, já fazem parte do currículo de Joana.

Folha do Centro - JOANA NEVES - A Hair Stylist oliveirense mais internacional de sempre

O convívio diário com outros grandes artistas da área desafia Joana a fazer mais e melhor. Sente-se numa aprendizagem constante e ainda vê o topo da sua carreira muito distante. É por ele que trabalha todos os dias. Por vezes, a sua profissão pode parecer “um mar de rosas” mas não é bem assim. O trabalho obriga-a a muitas horas em pé e testes de criatividade permanentes o que se converte em desgaste físico e psicológico. O mais difícil é estar longe do seu país e da sua família.”Ainda não alcancei o meu sonho”

Recentemente, desafiada por uma colega, Joana foi fazer voluntariado ao campo de refugiados Sírios, em Calais, França. O seu contributo renovou o espírito dessas mulheres e homens mas também o seu, pois trouxe uma grande lição de vida com o cenário dantesco que encontrou. A Joana é uma mulher de garra e objectivos claros. Luta todos os dias para aumentar a dimensão da concretização do seu sonho. Não resiste muito tempo sem visitar a sua cidade de Oliveira do Hospital e quando vem continua a ajudar a sua mãe no salão de cabeleireira.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.