Há 25 anos a ditar a moda da joalharia e relojoaria em Oliveira do Hospital

Há 25 anos a ditar a moda da joalharia e relojoaria em Oliveira do Hospital

Mais do que um espaço comercial, um conceito. Isto mesmo foi pensado pelos promotores da Ferjoia – Ourivesaria e Relojoaria que por esta altura assinalam 25 anos de atividade em Oliveira do Hospital.
Um conceito pensado em 1987 e que ao longo dos anos tem vindo a evoluir com uma particularidade própria e que faz, hoje, do espaço uma referência que há muito transpôs as fronteiras concelhias, para se afirmar no mundo da ourivesaria e relojoaria.
A atuar num mercado plural, a Ferjoia tem ao longo dos anos conseguido uma presença cada vez mais sólida, figurando como um espaço onde o bom gosto e o bem servir funcionam em perfeita harmonia. Características de que os proprietários Manuel e Ana Maria Ferrão não abdicam, por entenderem ser esta a receita ideal para fazer vingar o espaço e o nome Ferjoia enquanto marca comercial.
Para trás estão porém 25 anos de trabalho e “muito esforço pessoal”, a somar a quase outros tantos anos de experiência adquirida pelo proprietário Manuel Ferrão, enquanto colaborador numa das mais emblemáticas casas de relojoaria e ourivesaria da cidade. Daquele percurso herdou a paixão pelo mundo da relojoaria. “Quando decidi abrir este negócio em 1987 já tinha arranjado perto de 100 mil relógios”, recorda Manuel Ferrão que, ainda hoje, se confessa aficionado por aquela arte pela meticulosidade e pormenor que a mesma implica. Naquele tempo, recorda, “um relógio era para vida e passava de pais para filhos”. Uma situação que com a chegada dos “anos de ouro” se alterou, passando a ourivesaria e a relojoaria a entrar de rompante nos hábitos de consumo dos portugueses e a vingar menos como forma de investimento. “Hoje a ourivesaria consome-se por moda”, nota o empresário que, com o passar dos anos, tem vindo a assistir a uma evolução no que ao setor diz respeito. Ainda que as datas festivas continuem a ser assinaladas com peças de algum valor, Manuel Ferrão sabe que, hoje, uma peça é adquirida em função da moda, com o objetivo próprio de combinar com esta ou aquela peça de roupa, com este ou aquele acontecimento.
Do que o rosto principal da Ferjoia não abdica é da qualidade de cada peça. “O cliente tem que ser bem servido”, refere o empresário, contando que por esse motivo a Ferjoia é “muito seletiva” nas peças que coloca ao dispor dos seus clientes.

Criar para marcar a diferença

Há 25 anos a sobressair naquilo que é a oferta de relojoaria e ourivesaria no concelho, a Ferjoia entendeu ser hora de ir mais longe. Criar e inovar para marcar a diferença. É este o lema orientador do ano comemorativo das bodas de prata do espaço, já habituado a comercializar metais preciosos.
Um propósito já conseguido com a mais recente aposta da Ferjoia que, no dia 7 de outubro, se associou às comemorações do dia do município para brindar o concelho de Oliveira do Hospital, com uma coleção alusiva a um ícone que lhe é muito familiar, o Cavaleiro Domingos Joannes. Um símbolo que a Ferjoia decidiu estilizar e reproduzir, com recurso à prata, em peça de colar, pulseira, brincos e anel. Sob o tema “O Cavaleiro”, a coleção entra no mercado com a marca Ferjoia e com a assinatura de Ruben Ferrão, o filho mais velho do casal Ferrão formado em design industrial. Mais do que uma peça de moda, a figura do Cavaleiro apresenta-se como uma imagem do concelho, podendo até vir a resultar como um “souvenir” do concelho de Oliveira do Hospital.
A par desta, Ruben Ferrão é também autor da coleção “A Estrada” – alusiva ao concelho, retrata os maciços rochosos e a forma como as estradas se desenham – e da coleção “A Família”, enquanto símbolo de união no amor.
Novas peças que assinalam um ponto de viragem no projeto Ferjoia, numa constante procura pela diferença e inovação. “Ainda temos mais 25 anos pela frente”, refere confiante Ana Maria Ferrão, destacando a preocupação em adequar o próprio espaço aos novos tempos. A atualização da imagem de marca e da fachada do espaço já é uma realidade, estando previstas outras alterações e até o salto para o domínio das vendas online. “Temos que ser proativos e ir de encontro com as necessidades do cliente”, constata.

25 anos a oferecer as melhores coleções

25 anos de evolução que a Ferjoia tem feito questão de acompanhar. “Não estagnamos, procuramos sempre as melhores coleções”, assegura a esposa e parceira de Manuel Ferrão no projeto que tem merecido total dedicação pessoal. Ana Maria Ferrão destaca, em particular, a participação e presença assídua da Ferjoia em feiras – a Portojóia, por exemplo – e outros eventos do setor, com o objetivo de “trazer” a Oliveira do Hospital e ao concelho o que de melhor existe no mundo da joalharia, relojoaria e ourivesaria.
Marcas como Eugénio Campos, Styliano, Romantis de Fernando Rocha e Eleene na joalharia e Swatch, Guess, Police, One, CK, Tissot e Timberland na relojoaria, têm presença garantida na Ferjoia, colocando o espaço em patamar semelhante ao que é ocupado pelas mais conceituadas lojas do país. “Não tenho condições inferiores às lojas das grandes cidades”, refere com toda a certeza a promotora do negócio, garantindo porém adequar a oferta ao meio onde a Ferjoia está inserida.
Com um requinte no trato que lhe é próprio, Ana Maria Ferrão reproduz no espaço Ferjoia a elegância que caracteriza cada peça e que fideliza cada cliente que por ali passa. É que apesar de o país assistir a um decréscimo do poder de compra, os clientes da Ferjoia não deixam de ser assíduos ao espaço. O segredo está, explica Ana Maria, em disponibilizar um conjunto de peças igualmente belas, mas com um menor investimento associado. “Hoje os metais como a prata têm design espetacular e estão muito na moda”, refere a empresária, esclarecendo que apesar de o cliente efetuar um menor volume de compras na loja, não deixa de ser tratado de igual forma. “Tanto valor tem o cliente que vem colocar uma pilha, como aquele que compra uma peça de ouro”, clarifica, notando ser também esta a “alma do negócio” que, há 25 anos, mantém aberto na cidade de Oliveira do Hospital.

Ferjoia abre portas à criatividade de Ruben Ferrão

Autor de peças de requinte semelhante às que são assinadas por estilistas de joalharia de renome nacional, Ruben Ferrão é sem dúvida o grande impulsionador da inovação no espaço Ferjoia.
Formado em design industrial, o filho mais velho do casal Ferrão acedeu com prontidão ao desafio que os progenitores lhe lançaram e, é por esta altura, o estilista maior do espaço Ferjoia. Autor das coleções “O Cavaleiro”, “A Estrada” e “A Família”, Ruben Ferrão entrou com “chave de ouro” no projeto Ferjoia. Na calha, o jovem designer tem já outras ideias e coleções com que espera enriquecer o espaço, possibilitando à Ferjoia a comercialização de peças exclusivas e com marca própria.
Ao fim de 25 anos, o negócio de família apresenta sinais de sucessão e de sucesso garantidos. “Quero continuar”, confirma Ruben Ferrão que, mais do que satisfeito pela forma calorosa como as suas peças estão a ser recebidas entre os oliveirenses, confessa-se compensado pelo que este novo projeto está a fazer aos pais. “Está-lhes a dar uma alma nova”, confidencia o jovem designer que no futuro espera continuar a aliar a sua criatividade à experiência de Manuel e Ana Maria Ferrão.
Um propósito comungado por toda a família, na certeza de que “não se pode travar um projeto que está a correr bem”.

Comemore os seus anos com a Ferjoia

Reconhecida que está pela assiduidade e fidelidade dos clientes que foi granjeando no último quarto de século, a Ferjoia quer agora presenteá-los no seu dia de aniversário.
Depois do agradecimento público que já teve oportunidade de fazer ao concelho e seus clientes, a Ferjoia tem em marcha uma ação promocional, oferecendo 25 por cento de desconto aos clientes que façam compras na loja no dia do seu aniversário. “Comemore os seus anos connosco”, é o convite que a ourivesaria está a fazer a todos os oliveirenses e demais visitantes. A ação decorre até 30 de setembro de 2013.
A par desta ação, a Ferjoia tem em fase de preparação a realização de outras iniciativas, bem como a preparação de coleções variadas, mas sempre com o cunho inovador.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.