Há 46 candidatos à conta solidária do Município de Oliveira do Hospital

vista CMOH sede paços

Até 28 de junho de 2019, último dia para apresentação das candidaturas, foram submetidos 46 processos.

Com um saldo de 73 522,94 Euros, a conta solidária aberta pelo Município de Oliveira do Hospital para ajudar as vitimas dos incêndios de outubro de 2017, registou um total de 46 candidaturas.

De acordo com o presidente do Município, José Carlos Alexandrino, o valor solicitado pela totalidade dos pedidos de apoio é superior ao saldo disponível, situando-se nos de 119 euros. “Aquilo que eu defendo é que, se virmos que há alguns casos que devemos resolver, independentemente do valor da conta solidária, a Câmara Municipal deve fazer esse investimento”, defendeu o edil que se mostra disponível a colmatar o diferencial entre os donativos dos portugueses e aquilo que as vitimas dos incêndios poderão estar a necessitar, nesta fase.

As candidaturas são analisadas por uma “comissão completamente independente, sem nenhum político ou da estrutura política, para tornar o processo o mais transparente possível”, explicou José Carlos Alexandrino.

O autarca aproveitou para lembrar, apesar da polémica na comunicação social, que nunca foi chamada ou notificado, até ao momento, a propósito de irregularidades nos processos de reconstrução das primeiras habitações. “Nem um tostão foi mexido na conta solidária porque foi tudo com dinheiro do orçamento municipal”, fez notar o autarca, que já investiu cerca de um milhão de euros na ajuda às vítimas dos incêndios no concelho.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.