II Fórum População Estrangeira consolida a cooperação entre o Município de Oliveira do Hospital e a comunidade estrangeira

Folha do Centro - II Fórum População Estrangeira consolida a cooperação entre o Município de Oliveira do Hospital e a comunidade estrangeira

Sob o mote “Oliveira do Hospital, A Friendly Municipality”, o Município de Oliveira do Hospital dinamizou o II Fórum População Estrangeira, no passado dia 4 de outubro, na Casa da Cultura César Oliveira e integrado nas comemorações do feriado municipal. Esta iniciativa do Município de Oliveira do Hospital pretende estreitar laços com esta a comunidade estrangeira residente no concelho, promovendo a sua integração social, cultural e económica e valorizando as suas capacidades e competências.
Oliveira do Hospital tem vindo a assumir-se estrategicamente como “A Friendly Municipality” tendo até ao momento envolvido mais de uma centena de cidadãos, de várias nacionalidades, para o projeto.
Neste segundo encontro, foram debatidas as propostas para as várias áreas que tinham sido avançados no passado mês de maio e que foram analisados pelos diferentes grupos de trabalho. Ambiente; Turismo; Cultura, Língua e Atividades Cívicas; e Apoio Técnico foram os temas analisados durante as reuniões e que agora resultaram num “grande manancial de propostas que precisam de ser afinadas num Plano de Ação setorial nas várias áreas e que terão de ser priorizadas”, afirmou o vereador com o pelouro do Turismo. José Francisco Rolo considerou que “há aqui propostas boas que são para levar por diante e outras que precisam de mais tempo e maturação para serem implementadas” e destacou a participação ativa dos envolvidos.
O vice-presidente do Município sublinha que estas propostas “vão enriquecer a vida cívica e cultural do concelho mas também a economia, particularmente através do setor turístico” e que este projeto “é, até ao momento, uma aposta ganha e um elemento valorizador da atividade e abertura do município. Estamos a receber contributos para fazer mais e melhor”. O Município quer “envolver todos os que pretendem participar na vida comunitária do concelho”e apostou recentemente na criação de um gabinete de apoio a estrangeiros – o “Oliveira do Hospital, A Friendly Municipality – Support Office” a funcionar no Gabinete de Apoio à Vereação, estrutura criada na sequência do primeiro fórum.
Com largas centenas de estrangeiros residentes no concelho, que “animam o setor imobiliário, o setor da construção civil e melhoram a qualidade da nossa paisagem e do património construído”, o vereador do Turismo considera crucial “capitalizar” os contributos que esta comunidade pode trazer ao concelho e “ampliar este conceito de que Oliveira do Hospital é um município amigo das comunidades estrangeiras”. Um lema que não passou despercebido junto de várias embaixadas que deram destaque a este projeto, o que “nos obriga a fazer um trabalho programado”, diz José Francisco Rolo, reforçando que “trazer mais gente, é trazer novos habitantes” e uma diversidade cultural “de vivências e competências que vão enriquecer o nosso território”. “Demos um grande salto desde que fizemos o primeiro encontro”, constata o vereador confiante que “temos em Oliveira do Hospital, a friendly municipality”.
“É uma honra ter-vos cá”, confessou o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, na abertura deste II Fórum, porque “são fundamentais para construir um município melhor”. O presidente da autarquia sublinhou que “temos quatro anos para concretizar um projeto onde os vossos anseios possam entrecruzar-se com os de Oliveira do Hospital” e garantiu que “estamos sensíveis a alguns problemas que vocês têm”, nomeadamente relacionados com acessibilidades, acesso a água e saneamento. José Carlos Alexandrino desafiou os presentes para “participarem na Universidade Sénior”, certo de que iria enriquecer esta troca de experiências e contribuir para a construção de um concelho mais inclusivo e multicultural.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.