Coro Polifónico Municipal de Tábua assinalou quarto aniversário

Folha do Centro - IV Aniversário do Coro Polifónico Municipal de Tábua

A Igreja Matriz de Tábua voltou a ser o palco escolhido pelo Coro Polifónico Municipal de Tábua para o concerto comemorativo de mais um aniversário.

O espetáculo que assinalou já quatro anos de existência deste grupo coral realizou-se no passado dia 12, e contou com a participação do Grupo Coral Galp Energia, de Santo André e do Orfeão de Portalegre. Pelo quarto ano consecutivo, a igreja matriz encheu-se com os tabuenses a demonstrarem que continuam a apreciar e acarinhar cada vez mais o trabalho do seu grupo coral, que ano após ano tem vindo a ganhar adeptos no concelho e para lá das suas fronteiras.

O concerto iniciou-se pela batuta do Maestro Pedro Miguel Ramos, do Grupo Coral Galp Energia que interpretou um Espiritual Negro, “enchendo” autenticamente os corações de todos os presentes, seguindo-se temas conhecidos como “Gaudeamus Hodie”, “Singing all Together”, “Wainting for the Lord”, entre outros, terminando com um tema tradicional zulu, “Siyahamba”.

De seguida foi a vez do Orfeão de Portalegre, sob a direção do Maestro Domingos Redondo, que começou com o tema os “Loucos de Lisboa”, passando pela “Canção do Mar”, “Ave Maria”, entre outros, encerrando com um tema cubano, “La Paloma”. A fechar o concerto, atuou o Coro anfitrião, entoando temas já conhecidos e aplaudidos pelo público, como “Dorme, dorme meu Menino”, “Nesta Rua tem um Bosque” e “Signore Delle Cime”. Este concerto foi ainda marcado pela estreia de duas peças, nomeadamente “Canção de Embalar” de Zeca Afonso e “O Vosso Galo Comadre”, que mereceram fortes aplausos do público presente.

Cumprido o protocolo da troca de lembranças, os três coros juntaram-se para cantar a música “Se fores ao Alentejo”, harmonizada e dirigida pelo maestro Pedro Ramos. Depois de mais um ano coroado de acuações um pouco por todo o lado, o presidente da Câmara Municipal de Tábua, Mário Loureiro, congratulou-se com o trabalho levado a cabo por este grupo musical que considerou uma “mais-valia para o concelho”, na medida em que “ao longo dos seus quatro anos de existência tem levado o nome de Tábua a todo o país”.

O edil aproveitou ainda a efeméride para agradecer a todos os elementos que compõem o Coro Municipal, nomeadamente a sua dedicação e empenho, desejando votos de muitos e longos anos de vida ao projeto e aos seus “executantes”.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.