“Já ganhámos as eleições para a Câmara Municipal”

Folha do Centro - “Já ganhámos as eleições para a Câmara Municipal”

Candidatura de José Carlos Alexandrino enche pavilhão desportivo de Nogueira do Cravo, naquele que foi o maior comício da campanha do PS.

Nunca quis falar em vitórias antecipadas, mas no último domingo foi inevitável perante a moldura humana que marcou presença no almoço em Nogueira do Cravo para apoiar a sua candidatura à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital.
Perante mais de 1200 apoiantes, José Carlos Alexandrino, recandidato pelo PS, não teve dúvidas em afirmar que “já ganhámos as eleições para Câmara Municipal”. “É isso que eu sinto no povo e é isso que eu ouço de muitos PSD´s que me dizem nunca terem votado no PS e que agora vão lá por uma cruz”, afirmou perante um pavilhão repleto de pessoas dos “vários quadrantes políticos”. “Há por aí alguns que acreditavam que bastava ser do PSD para ganhar a Câmara Municipal porque o nosso concelho tinha uma forte matriz social democrata: estão enganados. O povo oliveirense é inteligente e hoje vota nas pessoas e não porque elas são do PSD, do CDS, ou da CDU”, adiantou, destacando a presença e o apoio à sua candidatura de duas figuras conhecidas do PSD local. Por um lado, o ex vereador social democrata e conhecido dirigente do Sindicato dos Professores da Zona Centro, José Ricardo e ainda o empresário Fernando Tavares Pereira, que embora sendo conhecidas as suas ligações ao PSD, já há quatro anos esteve ao lado do projeto liderado por José Carlos Alexandrino, voltando agora a apoiá-lo. “São duas figuras do PSD que representam centenas e centenas de pessoas, senão milhares de pessoas do PSD que apoiam o meu projeto e não acreditam no projeto do PSD”, referiu Alexandrino, num tom empolgado e claramente confiante na vitória no próximo dia 29.
Num discurso voltado mais uma vez para as pessoas, Alexandrino deixou novamente a promessa de continuar a investir mais nelas do que na obra física, pois até “pode faltar dinheiro para fazer caminhos ou até fazer algumas festas”, mas “se votarem em mim a obra física será sempre menos importante que as pessoas, porque ninguém vive feliz quando os vizinhos vivem mal”, afirmou o recandidato à presidência da autarquia, acusando os adversários do PSD de terem uma visão “curta” e “redutora” dos eventos promovidos pelo atual executivo. “Perguntem aos hoteleiros e ao comércio o que ganharam com as horas de televisão que Oliveira teve nos últimos anos”, questionou, lembrando que contrariamente ao que a candidatura social democrata diz “Oliveira aparece finalmente na televisão por bons motivos, não é como antigamente que só aparecia quando havia incêndios ou quando havia ratos no supermercado”.
Alexandrino foi mesmo mais longe e usou uma expressão alegadamente utilizada por alguns que encabeçam a candidatura de Cristina Oliveira dizendo que “não basta ter uma perna jeitosa e usar uma minissaia para ser presidente da Câmara ”, afirmou naquele que foi um dos maiores comícios da campanha eleitoral do PS, numa freguesia tradicionalmente social democrata.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.