Lançamento do livro “O Foral de Oliveira do Hospital e o seu contexto histórico”

Folha do Centro - Lançamento do livro “O Foral de Oliveira do Hospital e o seu contexto histórico”

No âmbito das comemorações dos 500 anos do Foral Manuelino o Município de Oliveira do Hospital promoveu o lançamento do livro “O Foral de Oliveira do Hospital e o seu contexto histórico” da autoria de António José Rodrigues Gonçalves.

A apresentação pública decorreu no dia 1 de março, na Casa da Cultura, poucos dias após a inauguração de uma exposição sobre a temática que está patente na Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital. As duas iniciativas constituem um primeiro momento da celebração da efeméride relacionada com a carta de foral que foi atribuída, por D. Manuel I, a Oliveira do Hospital em 27 de fevereiro de 1514.
Comemorações que ao longo do ano se irão estender por “várias freguesias” do concelho de Oliveira do Hospital como explicou a vereadora da Cultura, Graça Silva, lembrando que no concelho foram atribuídos 12 forais por aquele rei, sendo que nove deles assinalam este ano 500 anos.
Considerando a importância das comemorações que estão previstas para 2014 dinamizadas pelo Município em parceria com a Juntas de Freguesia, o presidente José Carlos Alexandrino congratulou-se pela programação que está concebida para estas “comemorações, de forma simples mas com momentos bem idealizados e bonitos”. Lembrando-se que já em 2012 o Município de Oliveira do Hospital foi um dos promotores de uma grande efeméride – os 1100 anos da Igreja Moçárabe de Lourosa – o autarca entende que este constituirá mais uma oportunidade para enaltecer “a diversidade das nossas gentes” e todo “o potencial enorme” do concelho “que temos demonstrado ao longo dos tempos”. “Somos um grande concelho e a nossa maior riqueza somos todos nós” continuou o presidente da Câmara Municipal que não deixou de frisar que para o Município “foi uma honra promover o lançamento deste livro”. Uma obra que na sua opinião é importante para compreender o passado e a história dos últimos 500 anos, mas é também um documento importante “para memória futura”.
Célia Lourenço, autora do prefácio fez uma breve abordagem ao conteúdo deste livro que “ajuda a perpetuar a memória” e se apresenta como uma boa ferramenta para o estudo da história local. A professora de História no Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital considerou que “é de leitura obrigatória para todos os oliveirenses que desejem aprofundar o conhecimento sobre Oliveira do Hospital, assim como todo o cidadão interessado no processo de construção História Pátria”.
Coube a António Lopes, presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital tecer breves linhas sobre o livro, momento que aproveitou para lamentar que “uma parte significativa da população se interessa pouco por história”. No entanto, como alertou “perceber a história” é fundamental para “perceber porque estamos aqui e vivemos desta forma e outros países vivem melhor ou pior”. Para o autarca urge combater o desinteresse generalizado da população por várias temáticas como a política nacional.
Autor do livro, Rodrigues Gonçalves um homem interessado pela história do seu concelho apresentou a sua disponibilidade “para abordar esta temática” em futuros momentos ao longo deste ano em que se assinalam os 500 anos dos forais manuelinos. Defendendo um regresso ao “simbolismo, à tradição e aos valores” o autor deixou o convite, “leiam o livro porque a obra só está acabada quando é lida e entendida”.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.