Mais que uma frutaria, “Olá Dulce” é um espaço que prestigia o comércio da cidade

olá Dulce Frutaria

olá Dulce Frutaria2Frutaria “Olá Dulce” surge completamente renovada e com um leque de novos produtos, destacando-se a oferta de sumos naturais e batidos frescos, o pão quente e os frutos secos e sementes.

É uma loja portuguesa, com certeza e veio refrescar, desde o início deste mês, com o seu conceito de mercearia moderna, o comércio tradicional de Oliveira do Hospital.

Mais que uma frutaria, que já o era há 15 anos, o novo espaço “Olá Dulce”, em pleno coração da cidade oliveirense, é um espaço que prestigia o comércio local, aliando o requinte da decoração – privilegiando os tons “suaves” no mobiliário e paredes – à qualidade e diversidade dos produtos. A fruta continua a ser a “rainha” deste espaço renovado, mas agora tem outros aliados de peso, como o pão, a mercearia “gourmet” e os produtos da região: os vinhos, o azeite e o mel que se encontram disponíveis em bonitos expositores a fazer lembrar o “antigo”.

A tudo isto alia-se ainda a grande imagem de marca deste estabelecimento – a proprietária, Dulce Brito, que dá o nome à nova loja, numa clara homenagem aos seus clientes que a cumprimentam diariamente com um “Olá Dulce”. “Achámos que era simpático colocar este nome, porque não há um cliente que não passe por aqui à porta e que não diga «olá Dulce»” explica o marido e empresário do ramo das frutas e legumes, João Brito, que justifica o investimento na remodelação e ampliação da loja, com a necessidade de “dar algo mais ao cliente”. “O espaço que tínhamos já era pequeno para os clientes que temos e para a gama de produtos que oferecemos, além disso, queríamos dar à cidade um tipo de loja que ela não tinha e que achávamos que merecia”, refere o empresário que, com este novo espaço pretende acrescentar valor, não só ao seu negócio, como também ao comércio local.

“Nós sabemos que Oliveira do Hospital está encharcada de supermercados, aqui tínhamos que criar a diferença e qual é a diferença: é continuar a primar pela excelência dos nossos produtos, e juntar a isto um espaço que fosse atrativo para os clientes e foi esse passo que acabámos por dar agora”, adianta João Brito, que há muito “andava atrás” deste projeto, simplesmente com uma das lojas estava ocupada com uma papelaria, não foi possível avançar há mais tempo.

O conceito, diz, foi “bebê-lo” há alguns anos a Itália, enquanto participou, a convite de alguns fornecedores, numa feira alimentar. “Aí pode ver numa avenida, este conceito de mercearia moderna e trouxe a ideia comigo”, conta, destacando a sua aposta em produtos selecionados “made in Portugal”. “99% dos produtos são produtos nacionais e apostamos também nos produtos da região, isto é que nos diferencia das grandes superfícies, é aquilo que é «nosso»”, garante o empresário, que não tem dúvidas que Oliveira do Hospital tem espaço e clientes para este comércio de qualidade e acima de tudo, de proximidade.

“A Dulce tem um dom com ela, ela trata os clientes todos pelo nome e isso faz a diferença em relação a tudo o resto”, considera o marido, para quem a relação de confiança com os clientes é a base do sucesso do seu negócio. “As pessoas estão fartas de espaços que não lhe dizem nada”, afirma. “Esta é uma tendência do comércio tradicional nas grandes cidades, e Oliveira também já merecia um espaço assim”, conclui o empresário, que não pára de receber rasgados elogios ao “Olá Dulce”, inaugurado no passado dia 2.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.