Mulher morreu atropelada pelo próprio carro à porta da garagem

Mulher morreu atropelada pelo próprio carro à porta da garagem1

Uma mulher de 72 anos morreu, no dia 4 de dezembro, atropelada pelo próprio carro, quando fechava o portão da garagem, na cidade de Oliveira do Hospital.

De acordo com Emídio Camacho, comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, o acidente ocorreu cerca das 07h25, no momento em que Maria Luizete Vicente retirava o seu carro do interior da garagem subterrânea, junto à loja Pingo Doce, na cidade de Oliveira do Hospital. “A senhora tirou o carro para a rua e, no momento em que fechava o portão, o carro destravou-se e apanhou-a”, referiu o responsável.

A vítima foi socorrida pelos bombeiros de Oliveira do Hospital e pela SIV de Arganil que assegurou o apoio diferenciado. “Os nossos bombeiros apenas prestaram apoio”, referiu Emídio Camacho, informando que naquela hora a mulher encontrava-se “estável, consciente e orientada” e “nada fazia prever este desfecho”. A mulher acabou, porém, por falecer nos Hospitais da Universidade de Coimbra, devido “a lesões internas não visíveis” na hora do primeiro socorro que lhe foi prestado.

Maria Luizete Vicente era empregada doméstica e tinha por hábito retirar o carro da garagem subterrânea, cuja rampa de acesso é bastante inclinada.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.