Município de Oliveira do Hospital recebe distinção em Oviedo

Oviedo2

O Município de Oliveira do Hospital e o seu presidente, José Carlos Alexandrino bem como a Confraria do Queijo Serra da Estrela foram homenageados e galardoados, na cidade de Oviedo durante a V Grande Festa Gastronómica, pelo Círculo Gastronómico de los Quesos Asturianos, com o grau de “Círculianos de Honra 2017”.

A homenagem, realizada na capital do Principado das Astúrias, visou a distinção da atuação do município por todo o apoio prestado na recuperação das explorações agropecuárias do concelho de Oliveira do Hospital, no pós incêndios de 15 e 16 de outubro do ano passado, em especial o apoio prestado aos produtores de Queijo Serra da Estrela, mas também pelo envolvimento ativo na proteção do Queijo Serra da Estrela e na implementação do Centro de Recria de borregas, localizado na ANCOSE, que tem por objetivo repor o efetivo de ovelhas Serra da Estrela dizimadas nos incêndios de outubro. Projeto este que tem vindo a agregar um conjunto importante de parceiros empenhados em proteger e recuperar a raça bordaleira na região.

As duas entidades estiveram representadas na cerimónia oficial pelo vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, e pelo Grande Conselheiro da Confraria do Queijo Serra da Estrela, Pedro Couceiro acompanhado pelos confrades João Mandanelo e José Matias.

Refira-se que a Confraria do Queijo Serra da Estrela é padrinho internacional do Círculo Gastronómico de los Quesos Asturianos, confraria do país vizinho que se tem feito representar, desde a sua fundação há cinco anos, no concelho oliveirense nomeadamente na Festa do Queijo Serra da Estrela. A estreita relação entre as duas confrarias e o próprio Município de Oliveira do Hospital, levou a confraria asturiana a distinguir as entidades pelo esforço desenvolvido em prol dos produtores de ovinos e do Queijo Serra da Estrela, após a tragédia de outubro passado. Na cerimónia carregada de simbolismo foi ainda possível angariar financiamento para o Centro de Recria de Borregas, na ANCOSE, tendo sido apadrinhadas nove borregas.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.