Museu do ferreiro inaugurado em Tábua

Folha do Centro - Museu do ferreiro inaugurado em Tábua

Projeto pertence a um antigo trabalhador da arte que quis provar que afinal “em casa de ferreiro o espeto não é de pau”.

A pequena aldeia de Vale de Ferreiros, no concelho de Tábua, tem agora um novo atrativo. Desde sábado que se encontra aberto “a quem quiser visitar” um museu dedicado ao oficio de ferreiro e à arte de trabalhar este metal.

A ideia nasceu de um antigo trabalhador da arte, António Duarte, que contrariando o ditado popular que diz que “em casa de ferreiro, espeto de pau”, decidiu transformar a sua antiga oficina numa “casa museu”, onde expôs cuidadosamente os mais diversos artefactos em ferro feitos ao longo de mais de 40 anos de profissão. “Trabalho nisto desde os 13 anos de idade, comecei numa das maiores serralharias do distrito e depois estabeleci-me sozinho”, diz, com orgulho, o único sobrevivente da arte numa terra, como que o próprio nome indica, terá sido terra de ferreiros.

Mas não terá sido para homenagear os antigos ferreiros da aldeia que António Duarte se lançou ao projeto, mas sobretudo, para não deixar no esquecimento alguns trabalhos e “peças únicas” que, ao longo de décadas, colecionou na sua oficina. “Trabalhei para muitas casas conhecidas da região, fiz trabalhos para muito lado, que hoje não se fazem”, garante, lamentando que o “trabalho tenha começado a escassear” com a concorrência da indústria e sobretudo com a crise na construção civil. (leia mais na edição impressa)

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.