Autarquia assinala Dia Mundial do Ambiente com ação de rua

Comemoracao Dia Ambiente

campanha zero plásticoCampanha “Plástico Zero” alertou comércio local para necessidade de reduzir o uso do plástico.

Uma banca de peixe em plena rua, para chamar a atenção de consumidores e comércio local que ali não é o local indicado para se vender aqueles produtos, como os oceanos também não são o local indicado para se depositar os plásticos.

Foi desta forma, original, que o Município de Oliveira do Hospital, em parceria com a Escola Profissional Eptoliva, assinalou, nas ruas da cidade oliveirense, mais um Dia Mundial do Ambiente.

Com enfoque no problema do plástico, que é atualmente um dos grandes responsáveis pela poluição dos nossos oceanos, e consequentemente pela morte de milhões de peixes, a autarquia aproveitou para lançar a campanha “Plástico Zero”, distribuindo sacos de pano, junto do comércio local, para que as pessoas possam também aqui fazer as suas compras de uma forma mais “amiga” do ambiente.

Com esta ação, José Francisco Rolo, vereador responsável pelo pelouro do ambiente, pretendeu essencialmente alertar para a redução “ao mínimo” do uso do plástico, mas também a redução da quantidade de resíduos sólidos urbanos que depositamos. “Portanto, tentarmos reduzir, reutilizar e essencialmente promover a reciclagem e a reutilização de materiais”, afirmou o vereador que lembra, as primeiras ações desenvolvidas no concelho, no âmbito deste dia do Ambiente, que se traduziram na remoção de lixeiras que existiam a céu aberto e a correta deposição dos resíduos que eram recolhidos.

Também a aposta na sensibilização dos mais novos para as questões da separação dos lixos e da redução dos plásticos, e do comércio local, nomeadamente no que diz respeito às questões da eficiência energética, foram sublinhadas pelo vereador do ambiente, que justifica o lançamento desta campanha de rua, com o objetivo uma vez mais de “chegar às pessoas, aos consumidores, ao comércio local”, desta vez com através da distribuição de sacos reutilizáveis, evitando assim a utilização sistemática de sacos de plástico.

“Aquilo que pedimos é que todos tenhamos cuidado a proteger o ambiente, porque só temos esta Terra, e como diz a grande campanha mundial, conduzida por jovens estudantes de todo o mundo, não há planeta B, só temos este e temos de cuidá-lo”, alertou José Francisco Rolo,  apelando aos comerciantes para tentarem reduzir o número de sacos de plástico que entregam aos seus clientes. “É importante não é só para nós é para o mundo inteiro” , reconheceu uma conhecida peixeira do mercado, que acabou a ajudar a vender o “peixe”, que é como quem diz, a mensagem do Dia Mundial do Ambiente.

A iniciativa contou com a colaboração dos alunos da Eptoliva que dias antes, no âmbito das jornadas “EptoFuturos”, tinha recebido a visita do presidente da associação ambientalista “Zero”, Francisco Ferreira, que falou precisamente na necessidade de se alterarem  comportamentos, até porque se estima em mais de seis mil o número de mortes em Portugal, causadas pela poluição.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.