Oliveira do Hospital recebeu galardão “Melhor Município para Viver 2013”

Folha do Centro - Oliveira do Hospital recebeu galardão “Melhor Município para Viver 2013”

Oliveira do Hospital foi reconhecido como um dos “Melhores Municípios para Viver 2013”, no domínio “Economia”, pelo INTEC – Instituto de Tecnologia Comportamental da Universidade Nova de Lisboa. O galardão foi entregue na segunda-feira, 28 de outubro, pelo diretor do jornal “Sol”, José António Saraiva, ao vice-presidente da autarquia José Francisco Rolo no âmbito da conferência de encerramento realizada na Universidade Nova de Lisboa onde participaram os restantes municípios que se destacaram nesta iniciativa anual. O encontro constituiu um momento de discussão em torno da gestão sustentável dos municípios e de partilha de boas práticas partindo dos exemplos de projetos sustentáveis com foco no domínio Económico, Social e Ambiental e que diferenciaram Oliveira do Hospital, Viana do Castelo, Torres Vedras, Barreiro e Sever do Vouga.

O vice-presidente do Município foi orador na conferência onde apresentou o programa AtivoSociais – Programa de Apoio e Integração Social que é desenvolvido pelo Município de Oliveira do Hospital através do Gabinete de Inserção Profissional e do Gabinete de Ação Social e Saúde. Este programa, pioneiro a nível nacional, destina-se a promover a empregabilidade através da aplicação de medidas concretas de combate ao desemprego de longa duração e de apoio à integração de jovens no mercado de trabalho, muitos deles à procura do primeiro emprego.

O vereador do pelouro da Solidariedade e Ação Social fez o enquadramento social e económico do concelho que levou à criação do programa AtivoSociais, em parceria com diversas entidades da economia social do concelho, entre IPSS, Juntas de Freguesia e Associações de Desenvolvimento, e que até ao momento permitiu a criação de 101 postos de trabalho.

A distinção comprova que “Oliveira do Hospital é um município de referência no domínio da economia e de aplicação de políticas públicas e ativas de combate ao desemprego”, refere José Francisco Rolo e é daqui que “saiu uma boa prática e um bom exemplo para o país” neste domínio. Oliveira do Hospital “saiu do anonimato” e passou a ser referência em termos de “programas inovadores e políticas públicas”, facto que deve “orgulhar” os oliveirenses e “todos os que estão à frente das instituições e que contribuem para o dinamismo do tecido económico e social do concelho”, sublinha o responsável.

No encerramento da conferência, o diretor do jornal Sol referiu que estas iniciativas são formas de reconhecer o trabalho dos municípios, reforçando que “as Câmaras Municipais são instrumentos de descentralização: de descentralização administrativa e descentralização de expetativas, ultrapassando o centralismo do Terreiro do Paço”. “Queremos com esta parceria premiar o bem-estar, a pertença, e o país só tem a ganhar com estas iniciativas”, disse José António Saraiva.

A distinção “Melhores Municípios para Viver 2013” é uma iniciativa promovida pelo INTEC em parceria com o semanário “Sol” e tem como objetivo “distinguir as boas práticas que são desenvolvidas pelos municípios, divulgá-las e promover a troca de ideias”, como afirmou Dalila Antunes, presidente do INTEC. A distinção é atribuída desde 2007 e tem em consideração indicadores em 10 domínios que este ano foram compilados nas áreas económica, social e ambiental.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.