Oliveirense foi embaixador do concelho no Mundial da Rússia

José Carlos Marques assistiu a todos os jogos da seleção

José Carlos Marques assistiu a todos os jogos da seleção.

Adepto fervoroso da seleção portuguesa, José Carlos Marques, presidente da Junta de Freguesia de Lourosa, no concelho de Oliveira do Hospital mudou-se “com tudo” para a Rússia para assistir aos jogos da fase de grupos, ganhando mais tarde nova passagem para o jogo dos oitavos de final que, por sinal, foi o jogo da despedida da seleção das quinas ao perder por 2-1 frente ao Uruguai.

A presença de José Carlos Marques no Mundial da Rússia não passou, contudo, despercebida entre os oliveirenses que, com assiduidade diária, tinham oportunidade de apreciar, a partir das redes sociais, o “roteiro” do dia a dia de “um Português no Mundial da Rússia”. O jovem autarca foi, por isso, um verdadeiro “embaixador” do concelho de Oliveira do Hospital e de Portugal no campeonato do mundo de futebol.

Cumprida a missão inicial de assistir aos jogos da fase de grupos, durante a qual a seleção, que conta com melhor do mundo, Cristiano Ronaldo, assegurou passagem aos oitavos de final, José Carlos Marques foi brindado com a possibilidade de assistir à partida frente ao Uruguai, na cidade de Sochi. “Não estava preparado para isso”, confessou o oliveirense que, devido a compromissos que tinha assumido, teve que regressar a Portugal e voltar de novo para a Rússia, na esperança de ver a seleção passar aos quartos de final. Tal acabou por não se confirmar, com as televisões de todo o mundo a partilharem a “angústia” que o oliveirense vivia, quando Portugal já perdia frente ao Uruguai.

Foi, contudo, a fotografia que tirou na chega à Rússia, em que exibe a taça de campeão europeu e pressagia a conquista do Mundial pela seleção das quinas, com uma imagem de Cristiano Ronaldo a erguer a taça de campeão mundial, que lhe garantiu o passe para assistir ao jogo dos oitavos de final. “Foi feita a submissão de um conjunto de fotografias e a minha foi eleita, dando direito a assistir ao jogo dos oitavos de final”, explicou.

José Carlos Marques assistiu, em 2016, à final do Campeonato da Europa realizado na França e que resultou num feito histórico para a seleção portuguesa ao sagrar-se campeã da Europa. Agora, pela oportunidade que teve de marcar presença no Mundial da Rússia, o oliveirense diz-se de “coração cheio” pela “experiência extraordinária” de ver ao vivo os jogos da seleção e estar perto dos apoiantes de outras seleções. “É uma experiência fascinante”, afirmou, contando que por muitas fotografias que se vejam, nada é comparável à presença no Mundial.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.