Pais e autarcas apelam à diretora regional de educação para manter escola da Lajeosa aberta

Folha do Centro - Pais e autarcas apelam à diretora regional de educação para manter escola da Lajeosa aberta

Cristina Oliveira foi ontem confrontada com o protesto da população  antes de entrar na reunião de Câmara.

Pais e autarcas da União de Freguesias de Lagos e Lajeosa aproveitaram ontem a presença de Cristina Oliveira na reunião do executivo camarário oliveirense para a confrontar enquanto diretora regional dos equipamentos escolares sobre os critérios que presidiram ao encerramento da escola do primeiro ciclo da Lajeosa.

Um grupo de encarregados de educação, acompanhados dos autarcas locais, estiveram reunidos com a diretora regional no salão nobre dos paços do concelho, onde deixaram o apelo para que esta escola se mantenha aberta, “nem que seja só mais um ano”, alegando que há outras escolas no concelho nas mesmas circunstâncias, ou seja, apenas com 10 alunos, como é o caso de Vila Franca da Beira, e que se vão manter em funcionamento. “Porquê a Lajeosa” era a pergunta que as mães queriam ver respondida, dizendo-se “totalmente” contra o seu encerramento.

Uma  reunião que ainda conheceu alguns momentos de tensão, nomeadamente quando a diretora regional assumiu a “escolha” da Lajeosa e não de outros  estabelecimentos de ensino para encerrar este ano letivo no concelho, fazendo ver todavia que esta foi uma opção concertada com o Agrupamento de Escolas de Oliveira e com o Município. Declarações que motivaram uma dura reação por parte dos vereadores Francisco Rolo e Graça Silva que acusaram a delegada regional de estar a “tentar sacudir a água do capote” e passar as responsabilidades para o Município numa questão que é da sua competência. “A senhora teve a desfaçatez de vir perante estas pessoas dizer que a culpa é do agrupamento, a culpa é da Câmara, é da Junta, é da escola que não tem crianças e foi incapaz de assumir a responsabilidade política desta decisão” acusou o vice presidente da Câmara, apontando o dedo a Cristina Oliveira por uma opção que considera “claramente política”. (leia mais na edição impressa)

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.