Pais indignados com indefinição quanto ao funcionamento do novo Centro Educativo

Folha do Centro - Pais indignados com indefinição quanto ao funcionamento do novo Centro Educativo

Em carta aberta criticam indiferença da autarquia.

Encarregados de Educação dos alunos das escolas de Galizes, Santa Ovaia e Senhor das Almas acabam de manifestar a sua indignação perante aquilo que classificam de “falta de informação, diálogo e respeito”manifestado pela Câmara Municipal quanto ao funcionamento do futuro Centro Educativo de Nogueira do Cravo.

Os representantes dos alunos garantem ter reunido no passado dia 3 com a vereadora da educação no sentido de perceber se o novo estabelecimento de ensino iria funcionar ou não no próximo ano letivo, e perante a resposta afirmativa da autarca, dizem terem-se levantado outras questões que até agora não foram respondidas, apesar de ter ficado o compromisso de ser agendada uma nova reunião entre os dias 15 e 19 deste mês.

Os pais querem saber nomeadamente qual a lotação das instalações do novo Centro Educativo, se este tem refeitório e quem irá fornecer as refeições, como será articulado o tempode recreio das crianças e de que forma se irão processar os transportes das crianças, questionando ainda como irá ser assegurada a Componente de Apoio à Família a partir de que horário, por quem e em que local. “Não tendo obtido respostas concretas a estas questões, foi-nos dito pela Sra. Vereadora que, as mesmas, iriam ser respondidas numa reunião, a agendar com os Encarregados de Educação, entre os dias 15 e 19 de julho, sendo estes convocados da forma mais adequada e conveniente para o Município.

Lamentavelmente, à presente data, as preocupações apresentadas e transmitidas atempadamente pelos pais, continuam sem resposta uma vez que, a hipotética reunião, não se realizou”, denunciam numa carta aberta, enviada esta semana aos órgãos de comunicação social, onde dão nota da sua indignação face à indefinição que continua a pairar sobre o funcionamento do novo centro escolar. “Dado que nos encontramos a cerca de um mês e meio do início do ano letivo 2013/2014, a nossa ignorância mantém-se e, com ela, a indefinição relativa à escola que os nossos educandos irão frequentar, pois nada sabemos, oficialmente, quanto ao funcionamento do Centro Educativo de Nogueira do Cravo e cujas instalações, ainda, desconhecemos”.

Os pais dos alunos garantem “não estar a exigir mais do que aquilo que os seus filhos já usufruíram em anos anteriores”, aguardando assim uma resposta da parte da autarquia, não sem antes lamentar a indiferença com que a vereadora tratou este caso, quando as “crianças deveriam ser a sua prioridade”.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.