Participantes da Subida Épica do Colcurinho rendem-se à beleza da prova

Subida Colcurinho2

Subida Colcurinho1Cerca de 70 ciclistas participaram este domingo na 2ª Cronoescalada – Subida Épica do Colcurinho – o “Angliru” português, como já alguém lhe chamou.

São 18 quilómetros de constante subida entre a Ponte das Três Entradas, onde os rios Alva e Alvoco se unem, até aos 1.230 m do Monte do Colcurinho, numa das mais espectaculares Subidas Épicas do nosso país.

Foi este o palco da 2ª Cronoescalada – Subida Épica do Colcurinho –  um evento de Bicicleta de Estrada numa das mais bonitas e desafiantes “Subidas Épicas Aldeias do Xisto”, que termina, aos 1.230 m de altitude, numa varanda privilegiada sobre a Serra da Estrela e de onde se avista uma das mais belas paisagens de Portugal.

O evento, organizado pela secção de BTT Lazer da Associação Recreativa e Cultural Catraiense – ARCC, em parceria com o Município de Oliveira do HospitalAldeias do Xisto e a Junta de Freguesia de Aldeia das Dez, foi bastante elogiado pelos participantes desta prova que tem potencial para se poder afirmar como um evento de referência na região.

Num dia de tempo chuvoso e frio, foi João Fonte-Boa, da equipa GDR Canaviais Comprarcasa Évora, quem obteve o 1º lugar da classificação, com o tempo de 49:57 e uma velocidade média de 20,71Km/h.

Fernando Valentim venceu na categoria de E-Bikes com o tempo de 49:47 e velocidade de 21.62 Km/h.

Estas subidas são equipadas com sinalética permanente que dão aos ciclistas e demais utilizadores a indicação da distância ao cume, da altitude e da inclinação no próximo km, tornando-se assim pistas de treino permanentes para quem faz do ciclismo o seu desporto favorito, sobretudo para os apaixonados pela montanha, que assim podem vir em autonomia, com os seus amigos ou sozinhos, ultrapassar estes desafios.

O Vereador responsável pelo pelouro do Desporto do Município de Oliveira do Hospital, Nuno Ribeiro, sublinha que com a realização deste tipo de eventos, pretende-se reforçar a política de desporto para todos assumida pelo Município e, simultaneamente, promover o turismo de natureza através do valiosíssimo património natural e paisagístico dos territórios de montanha.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.