Rali Cidade de Oliveira do Hospital está de regresso com super especial de dia

Folha do Centro - Rali Cidade de Oliveira do Hospital está de regresso com super especial de dia

É já no próximo dia 29 que o rali cidade de Oliveira do Hospital regressa às estradas do concelho, numa organização conjunta do Município oliveirense e Clube Automóvel do Centro.

A apresentação da prova, pontuável para o Open de Ralis, decorreu na cidade de Oliveira, onde são esperadas milhares de pessoas no fim de semana de 28 e 29 deste mês para assistir não a um, mas a “dois ralis”, uma vez que a organização vai aproveitar a festa da zona histórica, para realizar uma “o rali do cobre e do latão”, cujo objetivo é “fazer correr alguns carros que se encontram parados em garagens”, que costumam disputar diferentes provas no país.

Tal como em edições anteriores, o rali cidade de Oliveira vai reaparecer com uma super especial que vai ser disputada durante o dia, já que a experiência do ano passado, de fazer esta classificativa à noite correu menos bem. “As pessoas queixaram-se muito que eram só luzes e que não se via nada, este ano optámos por fazer a super especial durante o dia”, afirmou em conferência de imprensa, o presidente do Automóvel Clube do Centro, Armando Fidalgo, ao mesmo tempo que dava conta das expectativas elevadas que voltam a existir em relação à edição deste ano do rali cidade de Oliveira, até porque “o modelo” que tem sido seguido em edições anteriores é “modelo acertado”.

Toda a “máquina” do rali vai estar novamente concentrada no recinto da feira, onde além dos bólides e das respetivas equipas técnicas, vai ter lugar a super especial, que se assume, acima de tudo, como um momento de espetáculo para os amantes deste desporto automóvel. A prova propriamente dita vai desenrolar-se, no dia 29, na zona norte do concelho, onde vai ser disputado um novo troço – Ervedal – Pisão, que promete igualmente muita adrenalina e emoções ao rubro. Apesar das inscrições ainda não estarem abertas, tudo aponta para um número de participantes entre os 30 e os 40 pilotos, e os 15 no caso do “rali do cobre e do latão”.

Também o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital entende ter reunidas novamente as condições para um bom espetáculo no concelho, na medida em que o desporto motorizado é algo que é “atrativo”. “Esperamos ter aqui alguns milhares de pessoas”, afirmou José Carlos Alexandrino, julgando que este é um investimento com “retorno” em termos da imagem de Oliveira do Hospital no exterior. “É uma forma de afirmar e de projetar Oliveira do Hospital a nível nacional, porque temos aqui a imprensa toda da especialidade, e é extremamente positivo que isso aconteça”, referiu o edil durante a apresentação da prova, onde aproveitou para falar já da “aquisição” de um outro evento desportivo que promete mexer com a cidade e com o concelho este verão, que é a Volta a Portugal em Bicicleta, cuja etapa “rainha” vai ter a partida em Oliveira com chegada à serra da Estrela.

Em grande aceleração está já o rali que promete fazer “roncar” os motores na cidade e nalguns troços bem conhecidos na zona da Cordinha, onde é esperada “casa cheia” de amantes da modalidade.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.