Viver o nosso Ambiente

Daniel Dinis Costa


DANIEL DINIS COSTA 2013Quero continuar a viver um Concelho que soube recuperar da catástrofe natural e voltar a viver com mais força.

O Verão é a estação de excelência para usufruirmos das nossas paisagens naturais, das nossas praias, dos nossos rios, das nossas esplanadas, das nossas férias. Poucos ou muitos, há sempre uns diazitos de férias para gozar no Verão e aproveitar o bom tempo… ou apenas o tempo. O tempo que era bom tempo anda mudado. Isto das alterações climáticas é mesmo verdade. E a rapidez com que o tempo nos foge é a maior prova de que o tempo é mais forte do que nós. Não temos tempo para fazer alguma coisa pelo tempo. E isto não está para melhorar. As questões ambientais são mesmo uma prioridade para as pessoas. Para quem é otimista, as melhores previsões indicam um planeta sustentável num espaço de 1 século. Mas para os mais cépticos, os próximos 30 a 50 anos serão cruciais para o nosso planeta. Há algo que é certo. No nosso dia a dia assistimos a mudanças drásticas no clima, nas paisagens, na nossa saúde e bem estar. Já passámos o tempo da simples sensibilização e consciencialização para a defesa do ambiente. É preciso agir. É necessário que se tomem medidas concretas. O HOMEM e A MULHER que utilizaram o ambiente sem regras, terão agora que reparar o mal que fizeram ao longo de anos e anos. Reverter é impossível. O possível é minimizar os impactos negativos e desacelerar as alterações climáticas. Ondas de calor menos frequentes. Menos fogos. Menos degelo. Menos cheias. Menos fenómenos climáticos extremos. Só depende de nós. E da vontade política, económica e social dos governantes dos grandes países. Mas enquanto tivermos Trumps e Putins e Kim Jong-Uns a brincar às guerras, que se lixe o ambiente e o resto do mundo.

Mas há algo que me dá esperança. A crescente onda de jovens que se preocupa com o ambiente e que tomou nas suas mãos a luta por um planeta melhor. São estas causas que devem mobilizar os nossos jovens. E os jovens devem mobilizar os menos jovens para esta luta em defesa do ambiente. Não haverá certamente soluções mágicas. Nem podemos entrar no fundamentalismo ambiental, só porque é moda. Mas como não temos outro planeta, vamos tratar este o melhor possível.

Quero continuar a viver das coisas boas que o Ambiente do nosso Concelho nos dá. Da nossa praia de bandeira de ouro em Alvoco, da nossa praia de bandeira azul em Avô, das nossas praias de bandeira acessível em São Sebastião da Feira e São Gião, mas também de todas as outras praias e zonas turísticas do nosso Concelho. Quero continuar a viver o Concelho que mais cresce em número de Turistas, tal como este ano aconteceu, sendo já um dos concelhos com mais ocupação de alojamentos da Região de Coimbra. Quero continuar a ver as unidades Hoteleiras de grande qualidade como as nossas, a atrair cada vez mais gente para a nossa cidade e Freguesias. Quero continuar a ter restaurantes, bares e comércio local de qualidade a contribuírem para a economia do nosso concelho. Quero continuar a viver um Concelho dinâmico, com grande atividade cultural, social e desportiva, que movimenta pessoas de todas as Freguesias. Quero continuar a viver um Concelho que soube recuperar da catástrofe natural e voltar a viver com mais força.

E porque o Ambiente é sempre bom no Parque do Mandanelho, o melhor mesmo é viver a EXPOH. Ver uns bons concertos, conviver, aproveitar a boa comida. Viver um bom Ambiente de amizade e de família, que é isso que levamos desta vida.

Obrigado pela paciência e Boa leitura.

Daniel Dinis Costa

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.