Santa Casa da Misericórdia de Galizes comemorou 350 anos com jantar solidário

Aniversário Santa Casa Galizes1

Foram angariados fundos para a construção do futuro Centro de Acolhimento para Pessoas com Deficiência.

As comemorações dos 350 anos da Santa Casa da Misericórdia de Galizes conheceram mais um ponto alto, no passado dia 3 de novembro.

A instituição assinalou a efeméride com um jantar solidário, que reuniu no salão de eventos da Casa da Obra de D. Josefina da Fonseca, largas dezenas de pessoas, entre dirigentes, colaboradores e convidados de uma das mais antigas e prestigiadas instituições de solidariedade social do concelho. Entre os convidados encontrava-se o diretor distrital da Segurança Social, Ramiro Miranda, que realçou o trabalho desta instituição, considerando-a uma “parceira ativa no âmbito social”. Além disso, Ramiro Miranda fez questão de lembrar que Oliveira do Hospital é o quarto concelho do distrito de Coimbra com maior número de respostas sociais, com 19 IPSS’s e um total de 77 valências sociais que abrangem 1800 utentes.

Também o vice presidente da CCDRC, Luís Caetano, marcou presença no aniversário comemorativo dos 350 da Santa Casa de Galizes, onde focou a capacidade “empreendedora” e a “dedicação” dos seus dirigentes, tornando possível a obra que hoje é conhecida de todos.

Em representação do presidente do Município, estiveram presentes os vereadores José Francisco Rolo e Nuno Ribeiro, com o primeiro, enquanto responsável pelo pelouro da ação social, a lembrar a importância vital para o concelho do setor social. “É um setor chave, é um pilar na ajuda sobretudo aos mais idosos e às crianças” referiu o número dois do executivo, que reconheceu e agradeceu, efusivamente, todo o trabalho desenvolvido nesta área pela Misericórdia de Galizes. “Oliveira do Hospital orgulha-se de ter uma rede social de excelência”, afirmou ainda o vereador, que deu nota do voto de louvor aprovado na última reunião do executivo camarário, à Santa Casa pela distinção com o Selo Protetor por parte da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção de Crianças e Jovens.

Já o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Galizes, Bruno Miranda, agradeceu as palavras elogiosas dos presentes e focou, nomeadamente, o projeto que a instituição se prepara para lançar e que constitui uma resposta social também inovadora, não só na região, como a nível nacional, que é o Centro de Acolhimento Temporário para Pessoas com Deficiência.

O projeto, que irá avançar a expensas próprias da Santa Casa, foi o mote para uma angariação de fundos durante o jantar, em que cada um dos convidados foi “convidado” a dar o que quis, sendo que as verbas revertiam para a construção da nova valência.

Além da nova resposta social, Bruno Miranda dá ainda conta de um outro projeto relacionado com a criação de um núcleo museológico a partir da reconstrução de dois imóveis em Galizes, como forma de reunir o espólio de 350 anos da instituição e colocá-lo à disposição do público.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.