Tábua faz “justiça” a notáveis da terra

Folha do Centro - Tábua faz “justiça” a notáveis da terra

Comemorações do feriado municipal marcadas pelo reconhecimento a um conjunto de tabuenses que ajudaram a “mudar” o curso do concelho.

E se há 42 anos atrás Tábua festejou a restauração da Comarca, ontem o dia, feriado no Município, foi essencialmente de “fazer justiça” a um conjunto de personalidades e instituições que marcaram e continuam a marcar os destinos do concelho.

Um dia festivo que começou com a inauguração, presidida pelo secretário de Estado da Administração Local, do Balcão Único no edifício da Câmara Municipal, um serviço que promete “revolucionar” o atendimento aos munícipes, quer presencialmente, quer através da internet, tratando-se de um projeto de modernização administrativa que abrange também alguns serviços do Estado.

Além da obra e do papel “dinamizador” que este executivo tem tido no processo de desenvolvimento do concelho, como evidenciou o próprio secretário de Estado, as intervenções da sessão solene foram marcadas por um “sentimento coletivo” de gratidão pelos homenageados e, na pessoa destes, de todos os tabuenses que têm contribuído para que Tábua seja hoje um concelho mais moderno, mais desenvolvido e com mais qualidade de vida. Alfredo Areia, presidente da Assembleia Municipal de Tábua, enfatizou isso mesmo “a manifestação de justiça” a que ontem assistiu, não só a três grandes expoentes na área do direito com raízes em Tábua – o prestigiado advogado Castanheira Neves, o Professor Catedrático e seu tio, António Castanheira Neves e o Juiz Conselheiro António Costa Marques, como aos empresários “Irmãos Aquinos” que, nos últimos anos, colocaram Tábua no topo dos concelhos com menos desemprego a nível nacional, “em contraciclo” com o que se passa no resto do país.

Também o presidente do Município, Mário Loureiro, traçou uma radiografia positiva do concelho, lembrando nomeadamente a sua localização estratégica, que tem feito deste território um polo de atração de novos investimentos e de fixação de população jovem. Apesar de considerar o apelo “desnecessário”, na medida em que o governante é também um filho da região e por isso conhece bem os seus problemas, o autarca tabuense não deixou de apelar à concretização de algumas infra estruturas rodoviárias, nomeadamente a beneficiação do IP3 e a conclusão do IC6 que está parado no meio de um pinhal em Tábua. “A nossa preocupação é criar condições para que estes territórios sejam atrativos para aqueles que estão organizar a sua vida”, referiu o edil, que se orgulha de Tábua contrariar a tendência “negativa” instalada no país e na Europa, ao ver aumentar o número de famílias, de alunos no ensino básico, e de apresentar os mais baixos índices de desemprego a nível nacional. “Isto não vem ao acaso é o resultado de um trabalho sério do Município em parceria com os nossos empresários”, considera o autarca que aponta, nesta estratégia de “crescimento”, a criação de 300 novos empregos ainda no decorrer de 2015.

Um caminho elogiado e reconhecido pelo secretário de Estado, Leitão Amaro, que não só reconheceu o mérito de todos os homenageados, como enalteceu o esforço e a visão do Município, que além de obra física, se assume claramente como um agente dinamizador do desenvolvimento do concelho, apoiando os empresários e as suas dinâmicas, colocando o concelho na rota da competitividade e da inovação. Leitão Amaro sublinhou também o investimento agora feito na modernização administrativa da Câmara Municipal, que ao prever a abertura de mais duas lojas do cidadão em duas freguesias, vai aproximar os cidadãos do “Estado”, proporcionando um atendimento mais rápido e eficaz aos munícipes.

Além da homenagem aos três ilustres homens do direito, foi ainda atribuída a medalha de ouro de mérito cívico ao antigo vice presidente da Câmara e atual presidente da Junta de Midões, José Alberto Pereira, e ao Centro Social Caeiro da Mata da Paróquia de Midões, pelos relevantes serviços prestados na área social. Foram ainda distinguidos os dois melhores alunos da Escola Secundária e os alunos da Eptoliva que venceram o Concurso de Ideias de Negócio na CIM Coimbra e entre as CIM´s da Região Centro, com o projeto “HAQUIqueijo”.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.