Vila Franca da Beira acusa ARS de ter “roído a corda”

Folha do Centro - Vila Franca da Beira acusa ARS de ter “roído a corda”

Protocolo para construção das novas instalações da extensão de saúde de Ervedal da Beira nunca chegou a sair da gaveta.

A Junta de Freguesia de Vila Franca da Beira acaba de enviar às várias entidades com responsabilidades na área da saúde um “abaixo-assinado” a reclamar uma vez mais a construção das novas instalações da extensão de saúde de Ervedal da Beira que abrange as duas freguesias da Cordinha.

No documento, subscrito por cerca de uma centena de utentes, a Junta de Freguesia de Vila Franca lembra que o atual posto médico necessita “urgentemente” de novas instalações, e lamenta que a Administração Regional de Saúde do Centro tenha “roído a corda” relativamente a um protocolo subscrito pela ARS e pela Câmara Municipal que visava precisamente a construção, em parceria, dessas novas instalações. “Há um protocolo subscrito pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e pela ARS Centro, sendo que apenas se espera pelo cumprimento da quota parte da ARS Centro para a construção das novas instalações desta extensão de saúde”, refere o comunicado da Junta de Freguesia, lamentando que este protocolo já tenha mais de dois anos e nunca tenha saído da gaveta. (leia mais na edição impressa)

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.