Voto de Pesar da Câmara de Oliveira do Hospital pelo falecimento do Engº Belmiro de Azevedo

Belmiro de Azevedo1

Foi com profundo pesar que a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital recebeu, no dia 29 de novembro de 2017, a notícia de falecimento do Engº Belmiro Mendes de Azevedo – um prestigiado empresário de renome internacional que sempre nos impressionou pela sua capacidade de empreendedorismo e de gerar riqueza com inovação.

No início dos anos 80, quis o destino que a ímpar figura de Belmiro de Azevedo, enquanto empresário, se cruzasse com a história empresarial de Oliveira do Hospital, o concelho onde passou a deter, através da Sonae Indústria, aquela que é hoje uma das maiores empresas do mundo na área dos derivados de madeira.

Oliveira do Hospital e os Oliveirenses devem estar gratos ao enorme contributo que o Engº Belmiro de Azevedo deu, durante várias décadas, para a nossa economia e para o desenvolvimento do concelho, através de um grupo empresarial atualmente responsável pela manutenção de mais de 200 postos de trabalho diretos.

Enquanto Presidente do Município de Oliveira do Hospital, jamais esquecerei o empenho e a determinação do Engº Belmiro de Azevedo, com a sua inesgotável energia e grande visão de futuro, para que a empresa do Grupo Sonae, em Oliveira do Hospital, continuasse a ter grande importância estratégica no seio de um dos mais prestigiados grupos empresariais do país.

Fruto de um relacionamento institucional de excelência, com um empresário que deixa uma grande marca de empreendedorismo neste concelho e em todo o país, também foi com entusiasmo que, em 2014, aplaudimos a sua intervenção decisiva no processo empresarial de expansão do Grupo Sonae, na área da distribuição, a Oliveira do Hospital.

Em consequência do valiosíssimo contributo empresarial que o Engº Belmiro de Azevedo sempre deu para o desenvolvimento económico do concelho, a Câmara Municipal decidiu homenageá-lo, no dia 7 de outubro de 2014, através da atribuição da MEDALHA DE OURO DO MUNICÍPIO DE OLIVEIRA DO HOSPITAL.

O desaparecimento do Engº Belmiro de Azevedo, que nos deixa um grande legado empresarial, de empreendedorismo e inovação, representa uma enorme perda para o concelho, propondo-se assim que a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, neste momento de tristeza, e como forma de expressão da sua gratidão, delibere aprovar um VOTO DE PESAR, expressando à Família as suas mais sentidas condolências.

 

O Presidente do Município de Oliveira do Hospital

José Carlos Alexandrino Mendes

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.