Festa do Queijo regressa ao coração da cidade

Folha do Centro - XXIII Festa do Queijo Serra da Estrela realiza-se este ano no largo Ribeiro do Amaral

Largo Ribeiro do Amaral vai ser, este ano, o palco daquele que já é considerado um dos maiores certames do setor no país.

A Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital vai regressar este ano ao “coração” da cidade, mais concretamente ao largo Ribeiro do Amaral, depois de se ter realizado, nos últimos anos, no recinto da feira.

Uma deslocalização que se prende com a necessidade sentida pelo Município de dar uma nova visibilidade a este certame e, ao mesmo tempo, contribuir para a promoção do comércio tradicional do centro da cidade oliveirense. O evento que, contará com a participação de cerca de 200 expositores, vai desenrolar-se nas artérias envolventes ao largo Ribeiro Amaral e jardim Oliveira Mano, pelo que vai ser feito o apelo ao comércio local para estar aberto durante o período da feira, assumindo-se, desta forma, como mais uma oportunidade de negócio para os comerciantes.

“Não é que a feira naquele espaço (recinto da feira bimensal) não fosse um sucesso, a ideia foi muito bem conseguida, porque fizemos a maior festa do queijo da serra de sempre, só que tivemos de pensar se esse investimento trazia ou não o retorno para a própria da cidade” sustenta o presidente da Câmara, José Carlos Alexandrino, pretendendo com esta mudança que a feira se “entrelace” com o comércio de Oliveira do Hospital. “Se tivermos um dia de sol o negócio não ficará só localizado no espaço da feira” acredita o edil, apostado em “irradiar” o negócio a outras zonas e estabelecimentos comerciais da cidade.

Considerado um dos maiores eventos do género no país, atraindo anualmente milhares de visitantes, José Carlos Alexandrino garante que a edição deste ano da festa do queijo vai sofrer algumas restrições orçamentais, deixando nomeadamente de haver refeições pagas para aos visitantes convidados das Juntas de Freguesia. “Não porque criticassem os almoços, mas porque queremos reduzir o investimento com a feira, pois sabíamos o que estávamos a fazer quando investimos nessa promoção”, afirma o edil, não tendo dúvidas que agora “vai retirar os dividendos desse investimento”. “A nossa feira era uma feirita quando era feita no mercado, e houve até quem dissesse que matávamos a feira se a levássemos lá para baixo, o que aconteceu foi precisamente o contrário, fizemos a maior feira de sempre”, considera o edil, acreditando que o regresso ao centro da cidade vai “otimizar” este certame.

Tendo o queijo Serra da Estrela como principal “figura” de cartaz, a edição que está a ser preparada para o próximo mês de março volta a privilegiar os espaços de exposição ligados a outros produtos locais de qualidade, artesanato e gastronomia, prometendo manter “toda a sua autenticidade de saberes e sabores ancestrais”.

O certame decorrerá no fim de semana que antecede o início da primavera e contará – entre outras iniciativas – com as tradicionais provas de queijo e enchido, tosquias e fabrico de queijo ao vivo, feira de artesanato e colecionismo, exposição animal e, ainda, o já habitual “show-cooking” e um concurso de gastronomia em torno do afamado queijo produzido nesta região.

A Festa do Queijo Serra da Estrela conta ainda com uma vasta programação cultural e desportiva, como o “Ciclo da Lã”, passeios equestres e uma prova de BTT. Na edição deste ano, o queijo convidado é o “Manchego”, um famoso queijo espanhol da zona de Castilla-LaMancha.

 

Acerca do Autor:

. Siga nas redes sociais Twitter / Facebook.